Ao lado de Camilo Santana, Haddad reúne multidão no Centro de Fortaleza - WSCOM

menu

Política

20/10/2018


Ao lado de Camilo Santana, Haddad reúne multidão no Centro de Fortaleza

Foto: autor desconhecido.

O candidato a presidente da República Fernando Haddad (PT) participou  na manhã deste sábado (20) de uma caminhada e ato público no Centro de Fortaleza. À tarde, Haddad viaja para o Cariri e cumpre agenda nos estados do Piauí e do Maranhão.

“É muito bom estar no Ceará. Terminar essa última semana de campanha no Nordeste é também um gesto de gratidão. “Esse povo sustenta um projeto de inclusão muito importante. O Nordeste está puxando o desenvolvimento nacional, a gente deve muito respeito ao povo nordestino que trabalha no Brasil inteiro”, disse Haddad durante a caminhada em Fortaleza.

Ao lado do petista, seguiram o governador do Ceará, Camilo Santana (PT), a presidente nacional do PT, Gleisi Hoffmann, o ex-candidato a presidente do Psol Guilherme Boulos, além de políticos estaduais como o deputado federal José Guimarães (PT), os estaduais Elmano de Freitas (PT) e Renato Roseno (Psol) e o presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Salmito Filho (PDT).

No percurso, em transmissão pelas redes sociais, Haddad perguntou a Camilo quantos votos o governador recebeu. Camilo respondeu que teve cerca de 3,5 milhões de voto, em média 80% dos votos válidos. “O que faltou para chegar nos 100%?”, interpelou o candidato. “Mais trabalho”, disse Camilo, pedindo votos para Haddad. “Quero encostar em você no 2° turno pra ver se eu chego em uns 75%”, disse o presidenciável.

Região histórica de apoio ao PT, o Nordeste é o foco da campanha de Fernando Haddad na reta final da disputa com Jair Bolsonaro (PSL). No 1° turno, Haddad venceu em oito estados do Nordeste e perdeu apenas no Ceará para o terceiro colocado, Ciro Gomes (PDT).

O grupo se reuniu na Praça da Bandeira e seguiu com uma multidão pelas ruas do Centro. “Muita emoção em Fortaleza com o povo na rua. É disso que precisamos para a virada”, disse Gleisi. Com informações do Tribuna do Ceará.

 

Notícias relacionadas