Ao contrário do rival, Corinthians não esconde o jogo para o clássico do Paulist - WSCOM

menu

Futebol

29/04/2011


Corinthians não esconde o jogo

Paulistão

Foto: autor desconhecido.

O Corinthians que Tite pretende escalar no clássico contra o Palmeiras, domingo (1º), no Pacaembu, já foi bem divulgado. O técnico não comandou nenhum treinamento fechado à imprensa nesta semana e não se incomoda em falar sobre a formação de sua equipe. Ao contrário do palmeirense Luiz Felipe Scolari.

O zagueiro Chicão, capitão do Corinthians, minimizou as diferenças.

– Isso é uma opção do treinador. Alguns fazem mistério, mas o Tite prefere treinos abertos.

O volante Paulinho concordou com o colega.

– Fechar ou não o treino vai de cada técnico. Não vejo problema nenhum em abrir.

Desde terça-feira (26), quando ainda tinha o desfalque do gripado Dentinho em suas atividades com bola, Tite admitia utilizar o prata da casa ao lado de Liedson contra o Palmeiras. Como fez um gol decisivo e ajudou o Corinthians a ganhar do Oeste por 2 a 1, Willian era cotado a ser titular.

Há ainda menos suspense em relação ao restante da formação corintiana. Caso não haja surpresa, Tite mandará a campo o seguinte time para a decisão de um dos finalistas do Campeonato Paulista: Julio Cesar; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho, Bruno César e Jorge Henrique; Dentinho e Liedson.

Pelo Palmeiras, Felipão poderá promover os retornos do lateral direito Cicinho, do zagueiro Thiago Heleno (ex-Corinthians) e do meia Patrik, que se recuperam de lesões. A indefinição não incomoda os corintianos, como disse Chicão.

– Independentemente de qualquer coisa, a gente já sabe algumas coisas sobre o adversário. Jogamos contra eles na primeira fase e também vamos assistir a vídeos. Isso tudo nos dá algumas ideias.

Notícias relacionadas