Anastácio elogia direção e pede mais atenção do governo para o CEA - WSCOM

menu

Política

21/04/2011


Frei quer atenção do governo com o CEA

Foto: autor desconhecido.

O deputado Frei Anastácio (PT) realizou visita ao CEA – Centro de Educação do Adolescente -, em João Pessoa, juntamente com membros da Pastoral do Menor e disse que ficou satisfeito com o que viu no local. “O CEA está bem melhor do que cinco anos atrás, quando estive lá. Visitamos todas as dependências, conversamos com adolescentes e saímos satisfeitos com a administração do local”, disse o deputado.

O parlamentar explicou que a visita fez parte de uma das ações que passarão a ser rotina, depois da instalação de uma Frente Parlamentar de Defesa da Criança e do Adolescente – propositura de autoria dele -, já aprovada na Assembléia Legislativa, para acompanhar, fiscalizar e propor medidas que possam contribuir para ajudar as crianças e adolescentes em situação de risco.

A visita ao CEA, segundo o parlamentar, também fez parte das atividades da Campanha Nacional “Oportunidade – Medidas Sócioeducativas responsabilizam, mudam vidas”, promovida pela Pastoral do Menor da Arquidiocese da Paraíba e CNBB.

“Nós conversamos longamente com o diretor do CEA, depois visitamos todos os ambientes externos e internos daquela unidade, que hoje abriga 122 pessoas. Constatamos ambientes limpos e organizados”, relatou o parlamentar. Frei Anastácio disse que depois irá marcar uma visita aos pais dos internos e responsáveis, para saber quais as impressões que eles têm em relação ao CEA. O parlamentar afirmou ainda que o CEA tem uma estrutura com plenas condições de expandir os serviços de melhor assistência aos internos.Resta o governo do estado e a iniciativa privada se envolverem mais.

“O local possui uma área externa, onde há campo de futebol e quadra, que podem ser mais bem estruturada. E isso já está nos projetos do atual diretor, que também expôs outras idéias, a exemplo de cursos profissionalizantes e escolinhas de esportes no local”, informou o parlamentar acrescentando que o governo do estado precisa dar mais atenção e apoio aos projetos da atual direção do centro que mostra comprometimento com a causa.

Frei Anastácio afirmou que “no momento em que o Estado assiste bem e recupera um adolescente em situação de risco, está também protegendo a sociedade e dando oportunidade a um cidadão que muitas vezes está naquela situação, impulsionado pelas péssimas condições em que vive”, argumentou.

Ele esclareceu que a ação da Pastoral do Menor e da Frente Parlamentar, não será para defender “bandidinhos”, como muitos estão insinuando. “Nós estamos defendendo seres humanos que precisam ser tratados como dignidade e lutando para que o Estatuto da Criança e do Adolescente seja cumprido, com aplicação correta de suas medidas sócioeducativas. E para isso, é preciso cobrar a participação efetiva do estado como um todo. Com essas ações, repito,estamos também protegendo a sociedade”, afirma Frei Anastácio.

Notícias relacionadas