Analfabetismo atingia 14,6 mi de brasileiros em 2010, diz IBGE - WSCOM

menu

Educação

29/04/2011


Analfabetismo atingia 14,6 mi em 2010

Piora

Foto: autor desconhecido.

No Brasil, o analfabetismo ainda persistia, em 2010, para 9% da população brasileira. Em números absolutos, 14,6 milhões de pessoas não sabiam ler nem escrever, de um universo de 162 milhões de brasileiros com mais de dez anos –idade considerada ideal para uma criança já ter concluído a alfabetização. Os dados são do Censo 2010 e foram divulgados nesta sexta-feira, 29, pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

No censo anterior, de 2000, a taxa de analfabetismo para o total do país era mais elevada: 12,8%.
Em 2010, o analfabetismo da população rural se manteve com uma taxa superior –de 21,3%– à registrada pelos moradores de regiões urbanas, nas quais atingiu 6,8% dos habitantes.

Por regiões, as mais altas taxas de analfabetismo foram registradas, em 2010, no Nordeste (17,6%) e no Norte (10,6%). Já as mais baixas se concentravam nas regiões Sudeste (5,1%), Sul (4,7%) e Centro-Oeste (6,6%) –todas em patamar inferior à média nacional.
 

Notícias relacionadas