Ambientalistas morrem em ataque com 5 vítimas em Piraquara (PR) - WSCOM

menu

Brasil & Mundo

23/04/2011


Ambientalistas são executados no Paraná

Crime

Foto: autor desconhecido.

Cinco homens foram assassinados na noite de sexta-feira (22) em Piraquara, município da região metropolitana de Curitiba.

Entre as vítimas, está o ex-secretário de Meio Ambiente de Pinhais, cidade próxima ao local, Jorge Grando e seu irmão, Antônio.

O crime ocorreu por volta das 23h. As vítimas foram encontradas em um cômodo que une a sala e a cozinha da casa do ex-secretário. Segundo a polícia, a casa estava totalmente revirada, mas, a princípio, nada foi roubado. Os homens tinham as mãos amarradas e foram mortos com tiros na cabeça.

Dois suspeitos estão sendo procurados. A identidade deles não foi revelada.

A polícia trabalha com duas hipóteses para a motivação do crime: latrocínio (roubo seguido de morte) e vingança.

O superintendente da Delegacia de Polícia Civil, Marco Aurélio Furtado, que investiga o caso, afirma que vai ouvir familiares e amigos das vítimas para verificar se havia dinheiro ou outros objetos de valor na casa do ex-secretário.

Segundo Furtado, os homens moravam em regiões próximas e tinham se encontrado para um churrasco. Além de Grando e seu irmão, também foram mortos o empresário Gilmar Reinert, o funcionário da Sanepar Albino Silva e o agente penitenciário Valdir Vicente Lopes.

Mesmo em profissões diferentes, todos eles tinham alguma ligação ou apoiavam projetos ambientais, de acordo com a polícia. Ambientalista, Jorge Grando era membro da Associação Paranaense de Preservação Ambiental dos Mananciais do Rio Iguaçu e Serra do Mar.

 

Notícias relacionadas