Amanda Araújo deixa a Secretaria de Finanças e causa pode ter sido saída do Empreender PB; Azevêdo não se manifesta - WSCOM

menu

Política

03/05/2019


Amanda Araújo deixa a Secretaria de Finanças e causa pode ter sido saída do Empreender PB; Azevêdo não se manifesta

A secretária de Estado das Finanças, Amanda Araújo Rodrigues, anunciou na noite desta sexta-feira (3), em postagem em seu perfil Instagram, a saída da gestão do governador João Azevêdo (PSB). No texto da postagem, ela diz que segue para novos desafios profissionais, contudo, não revela quais serão.

A notícia pegou de surpresa alguns auxiliares do Governo do Estado, que participavam da reunião plenária do Orçamento Democrático Estadual (ODE), no mesmo horário, em Campina Grande. Segundo alguns assessores, que pediram para não divulgar seus nomes, o anúncio da saída da secretária poderia ter sido motivado pela sua substituicão no comando do programa de micro-crédito Empreender PB.

Diversas fontes asseguraram que o governador João Azevêdo (PSB) ficou sabendo do anúncio durante a reunião do ODE, mas não se manifestou oficialmente.

Amanda Araujo é mais uma ex-auxiliar advinda da gestão do ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) a pedir exoneração do mandato. Ja saíram Livânia Farias, Gilberto Carneiro e Waldson Souza. Já Claudia Veras foi exonerada do cargo de Secretária da Saúde e nomeada como secretária executiva da Articulação Municipal, e José Arthur Viana, foi exonerado de uma das secretarias executivas da Educação e nomeado no Instituto de Metrologia da Paraíba (IMEQ).

Os secretários Luis Torres, Nonato Bandeira e Ronaldo Guerra foram contactados pela reportagem do Portal WSCOM para se manifestar sobre a saída de Amanda Araújo do Governo, mas não deram resposta até o fechamento desta matéria.

ANÚNCIO

Na postagem que anunciou a sua saída do cargo, Amanda Araújo fala da situação que encontrou a pasta, agradece ao ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) pela oportunidade e também ao atual governador João Azevêdo (PSB) pela renovação do mandato de secretária na nova gestão.

Confira o texto na íntegra:

Em novembro de 2016 fui chamada para assumir a Secretaria de Finanças do Estado, uma grande missão que cumpri com garra e determinação. Aquele era um momento econômico delicado para a Paraíba, face ao contexto nacional, que, com muito esforço, conseguimos superar. Terminamos 2018 com todos os índices cumpridos e as reservas garantidoras necessárias à uma boa gestão. Gratidão a @realcoutinho pelo convite. Fui reconduzida em janeiro de 2019, porém chegou a hora de trilhar novos desafios profissionais. Deixo a SEFIN. Servi ao Estado da Paraíba acumulando duas funções, mesmo recebendo por uma só. Ao Governador João Azevedo, agradeço a confiança e desejo sucesso na caminhada. A SEFIN está bem cuidada, com provisão em caixa para metade do 13 salário e com as reservas fundamentais para o bom funcionamento da máquina.

Amanda Araújo Rodrigues”

 

Portal WSCOM