ALPB deverá apresentar mudanças em sua composição no mês de maio; saiba quais serão os possíveis novos integrantes - WSCOM

menu

Política

01/05/2019


ALPB deverá apresentar mudanças em sua composição no mês de maio; saiba quais serão os possíveis novos integrantes

Chegou o mês de maio, e com ele a renovação da esperança de alguns suplentes de deputado estadual para assumir a titularidade do mandato na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB) ainda dentro das próximas quatro semanas. A expectativa maior gira em torno do retorno de parlamentares experientes que não conseguiram lograr êxito na última eleição estadual, em 2018.

 

O primeiro a retornar deverá ser Anísio Maia (PT), que se beneficiará com o pedido de licença já anunciado pelo deputado Genival Matias (AVANTE), que se ausentará do parlamento paraibano pelo período de 121 dias para resolver problemas particulares. O licenciamento do titular será sem vencimentos.


O líder do Governo, Ricardo Barbosa (PSB), revelou recentemente que a troca de posições entre os parlamentares já vinha sendo debatida há algum tempo. Anísio Maia é o primeiro suplente da Coligação “A Força do Trabalho IV” (AVANTE, PT e PROS).

 
TROCOLLI JÚNIOR

Outro experiente parlamentar que poderá retornar à ALPB este mês é Trocolli Júnior (PODE), segundo suplente da Coligação “A Força do Trabalho III (PSB, PTB, PRB, PODE, PDT, PCdoB e PRP). O primeiro suplente, Lindolfo Pires, já assumiu o mandato de titular com a saída do deputado João Gonçalves para a Secretaria de Estado da Articulação Política.


“Está é uma questão está em curso, que já recebeu o aval do governador João Azevêdo e é bem provável de que neste mês de maio teremos mais mudanças nas cadeiras da Assembleia, e uma delas deverá ser o retorno do deputado Trocolli Júnior”, confirmou o líder do governo.


Trocolli poderá ocupar a vaga do deputado Buba Germano (PSB), cotado para ocupar uma secretaria de Estado na gestão João Azevêdo (PSB), que exonerou alguns importantes auxiliares nesta terça-feira (30).

JOÃO ALMEIDA

Mas, não é só a bancada governista que poderá apresentar novidades. Pela oposição, permanece as especulações em torno de um possível pedido de licença do deputado Moacir Rodrigues (PSL), que poderá vir a ocupar a gestão da Agência Nacional de Águas (ANA), no governo Jair Bolsonaro (PSL).


Caso a saída de Moacir Rodrigues se confirme, quem poderá assumir a titularidade é o vereador de João Pessoa, João Almeida (Solidariedade), primeiro suplente da Coligação “Força da Esperança IV (DC / PSL / PRTB / Solidariedade).



Portal WSCOM