ALPB aprova Moção de Aplauso ao 13º Fest-Aruanda e à Rede Cinépolis - WSCOM

menu

Entretenimento

28/12/2018


ALPB aprova Moção de Aplauso ao 13º Fest-Aruanda e à Rede Cinépolis

Grupos Energisa e Armazém Paraíba também foram enaltecidos por patrocinarem o evento

Foto: autor desconhecido.

A Moção de Aplauso foi apresentada através de requerimento assinado pelo deputado Jeová Vieira Campos e aprovada na sessão desta quinta-feira na Assembléia Legislativa da Paraíba (ALPB),  com comunicado imediato ao produtor-executivo do evento, Lúcio Vilar, e ao executivo da Cinépolis Brasil, Luiz Gonzaga de Luca, e à sua gerência local. O parlamentar justificou sua iniciativa em razão da relevância do evento para o audiovisual paraibano e brasileiro ao conseguir reunir diretores, atores-atrizes, produtores, técnicos, jornalistas, pesquisadores e críticos de cinema durante uma semana na Capital.

“Quem o diz, não é este deputado, nem os críticos e jornalistas locais, mas, a grande imprensa nacional que esteve acompanhando o evento, a exemplo do jornal O ESTADO DE SÃO PAULO (ESTADÃO) e da revista, de circulação nacional, CARTA CAPITAL. Esta última deu página inteira a uma reportagem sobre o Fest Aruanda (edição da semana passada), elogiando sua programação e a seleção de filmes, destacando a produção cinematográfica paraibana, cujas obras (seis longas-metragens) foram lançadas durante o evento, um feito absolutamente inédito na história da Paraíba”, destacou o deputado em sua proposição.

 Ele salientou ainda a respeito do crescimento do festival, esse ano, ao ratificar que a ampliação se deu em todos os sentidos, especialmente na ampliação de seu público que disputou cada convite para as sessões do festival, o que significou lotação esgotada em várias destas, fato extraordinário que justificará a mudança para uma sala maior em 2019. Por fim, ressaltou a importância do patrocínio do evento:

“Todos esses saldos positivos, todavia, não teriam ocorrido não fosse a decisiva participação dos seguintes parceiros: Em primeiro plano, com o Patrocínio Master do grupo Energisa (com destaque para a atuação da produtora cultural e diretora de relações sociais da empresa, Mônica Botelho), de André Theobald (ex-presidente na Paraíba) e do atual presidente Ricardo Charbel. Em seguida, destacamos o patrocínio do Armazém Paraíba, na pessoa do Sr. Leone Claudino e da Rede Cinépolis Brasil que abraça o festival, abrindo suas sofisticadas salas de cinema para o Aruanda durante uma semana. Detalhe importante: Foram sete dias em que o público não pagou por ingresso, eis outro diferencial do festival que vale salientar como política de inclusão social e audiovisual”.