Alimentos serão produzidos com menos sódio no Brasil - WSCOM

menu

Saúde

07/04/2011


Alimentos com menos sódio no Brasil

Mudanças

Foto: autor desconhecido.

O Ministério da Saúde e os fabricantes de produtos alimentícios fecharam um acordo para reduzir o uso do sódio na fabricação de alimentos. Esse mineral está presente no sal e pode levar a doenças como a pressão alta se for consumido em excesso. O anúncio foi feito pelo ministro Alexandre Padilha nesta quinta-feira (7), data em que se comemora o Dia Mundial da Saúde.

De acordo com o Secretário de Vigilância em Saúde do ministério, Jarbas Barbosa, as indústrias irão reduzir gradualmente o uso do sódio na fabricação dos alimentos.

– Esse é um componente importante no processamento dos alimentos, mas é possível proceder a redução sem alterar o sabor, de maneira a reduzir um problema mundial, que é o consumo elevado de sal.

Segundo Barbosa, essa medida será capaz de reduzir o número de pessoas hipertensas no país, o que vai reduzir o uso de medicamentos para tratar o problema. O governo também espera que a medida reduza o número de internações no país.

– Essa é uma ação de prevenção extremamente importante para a saúde pública brasileira.

O sódio em excesso é apontado pelos médicos como o principal vilão da pressão alta, doença que tem relação direta com problemas como o AVC (acidente vascular cerebral) e infartos. A indústria utiliza esse mineral por causa do sabor que ele dá aos produtos.

Saúde nos supermercados

O ministério também fechou acordo hoje com a Abras (Associação Brasileira de Supermercados) para que os estabelecimentos realizem ações de promoção da saúde e de alimentação saudável.

De acordo com Barbosa, são cerca de 80 mil estabelecimentos em todo o país. Ele disse que uma das medidas que os mercados poderão fazer é destacar aos consumidores as frutas da época e que, por isso, possuem um preço mais baixo que as outras.

– As empresas também irão estimular a combinação de alimentos para um consumo mais saudável.

Notícias relacionadas