Al Qaeda no Iraque assume autoria por atentado na Jordânia - WSCOM

menu

Internacional

23/08/2005


Al Qaeda no Iraque assume

A Al Qaeda no Iraque assumiu nesta terça-feira a responsabilidade por um ataque contra dois navios de guerra norte-americanos, o USS Ashland e o USS Kearsarge, na sexta-feira (19), que estavam atracados na Jordânia.

Segundo o comunicado, a rede terrorista de Osama bin Laden aguardou a volta de Abu Musab al-Zarqawi –suposto mentor do ataque– para declarar a autoria do atentado, feito com três foguetes, que matou um soldado jordaniano e deixou outro gravemente ferido.

O governo da Jordânia já informou que prendeu um suspeito e que outros três conseguiram fugir para o Iraque.

No mesmo dia do atentado, outro grupo terrorista, as Brigadas de Martyr Abdallah Azzam –vinculado à Al Qaeda–, também declarou que estava por trás do ocorrido. “Os sionistas são o nosso alvo principal”, dizia o comunicado do grupo.

No dia 19, três foguetes foram lançados de um depósito próximo ao porto de Ácaba, no mar Vermelho. O local foi alugado por quatro pessoas de ascendências iraquiana e egípcia.

Um dos foguetes era direcionado ao navio USS Ashland e atingiu um depósito usado por militares jordanianos. O modelo usado no atentado, um Katyusha, é comumente adotado por extremistas palestinos e pelo grupo terrorista libanês Hizbollah.

Notícias relacionadas