Agricultor é morto com mais de 100 facadas em Campina Grande - WSCOM

menu

Policial

26/10/2005


Agricultor é morto com mais

O agricultor Tiago Aires Moreno, de 18 anos, residente na rua Belarmino Barbosa, n.º 204, no sítio Campo D’Angola, no conjunto do Mutirão do Serrotão, foi morto no início da noite desta terça-feira com várias facadas. Segundo a Polícia Militar, um exame inicial feito por peritos da Unidade de Medicina Legal (UML) apontou pelo menos 115 perfurações no corpo da vítima.

O fato aconteceu por volta das 18h40. Os acusados são os irmãos Gilliard e Alex Guilherme Pereira, residentes no mesmo sítio onde morava a vítima.

De acordo com os primeiros levantamentos policiais, havia uma rixa antiga entre Tiago e um dos irmãos. Ontem eles se encontraram e iniciaram uma discussão, que evoluiu para uma briga, ocasionando o assassinato.

O corpo de Tiago Aires Moreno foi encaminhado para a UML, necropsiado e, em seguida, liberado para o sepultamento. Na briga, Giliard saiu ferido com uma facada em uma das mãos. Ele foi atendido no Hospital Antônio Targino (HAT), em Campina Grande, e em seguida levado para a carceragem da Central de Polícia. O outro acusado está foragido.

Notícias relacionadas