Agamenon Vieira preside lançamento da Campanha "Maio Amarelo" avaliando números do trânsito - WSCOM

menu

Educação

07/05/2018


Agamenon Vieira preside lançamento da Campanha “Maio Amarelo” avaliando números do trânsito

Números do Trânsito revelam efeitos nocivos do uso do Celular ao volante

Com ênfase para a necessidade de uma mudança da sociedade em geral, em parceria com as instituições e os órgãos envolvidos com um projeto de redução do índice de acidentes e mortes no trânsito, o superintendente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-PB), Agamenon Vieira, abriu oficialmente, nesta segunda-feira (7), no auditório do Fórum Cível, em João Pessoa, a programação alusiva à 5ª Edição do Movimento Maio Amarelo no Estado.

Destacando o tema deste ano “Nós somos o trânsito”, Agamenon Vieira remeteu à origem da campanha, instituída após assembleia geral das Nações Unidas, realizada em março de 2010, em que a Organização Mundial de Saúde (OMS) constatou que cerca de 1,3 milhão de pessoas morreram vítimas de acidentes de trânsito no ano de 2009. Ainda de acordo com a OMS, cerca de 50 milhões de pessoas sobreviveram aos acidentes,  apresentando sequelas graves.

Segundo ele, esse foi o grande sinal de alerta, de advertência, com o intuito de chamar a atenção da população quanto aos altos índices de mortes e acidentes nas vias e rodovias públicas. “Aqui na Paraíba estamos colocando para a sociedade, através das suas representações, e até para a Igreja, a fim de difundir essa advertência entre todos, porque há uma guerra absurda entre condutores de seus carros modernos e potentes, que confirmam que 90% dos acidentes são em decorrência de falha humana, pelo comportamento indevido no trânsito, seja pelo uso do celular, pela falta do cinto, pela alcoolemia etc”, enfatizou.

O superintendente ainda destacou o trabalho que vem sendo feito pelo Detran da Paraíba, por meio dos seus diretores e servidores, presentes na solenidade, especialmente da Divisão de Educação de Trânsito (DET) e da Escola Pública de Trânsito (EPTran).

Palestra – O tema do Maio Amarelo, “Nós somos o trânsito”, inspirou a vice-presidente da Associação Nacional dos Detrans (AND) e diretora geral do órgão no Maranhão, Larissa Abdalla, a discorrer, durante palestra realizada na abertura, sobre a indiscutível importância do evento, no sentido de fazer repensar o meio em que vivemos, com índices alarmantes de mortos e sequelados no trânsito, números superiores quando comparados às perdas de vidas em guerras civis, epidemias e endemias.

“É com consternação que devemos recordar que os acidentes de trânsito são a principal causa de mortalidade na faixa dos 15 a 29 anos entre brasileiros. E mais: é a segunda causa, na faixa de 5 a 14 anos, e a terceira, na faixa dos 30 aos 44 anos”, destacou Larissa Abdalla, acrescentando que o Maio Amarelo surgiu em 2014, como um congraçamento dos órgãos públicos e da sociedade civil pela máxima atenção ao trânsito.

Notícias relacionadas