Aflito para a prova de cálculos do Enem? Veja dicas para otimizar o tempo - WSCOM

menu

Educação

10/11/2018


Aflito para a prova de cálculos do Enem? Veja dicas para otimizar o tempo

Foto: autor desconhecido.

Neste domingo (11), mais de 5 milhões de candidatos são esperados para o segundo dia de aplicação do Enem 2018. Ao todo, são 45 perguntas de Ciências da Natureza e 45 de Matemática, e os participantes terão cinco horas para fazer todos os cálculos e concluir o exame, meia hora a mais em relação ao prazo oferecido no ano passado. O UOL, em parceria com o Curso Objetivo, fará a correção online e divulgará o gabarito extraoficial.

Em 2017, os alunos reclamaram que quatro horas e meia não eram suficientes para resolver toda a prova. Professores entrevistados pelo UOL veem o aumento de meia hora em 2018 como uma boa notícia e dizem não acreditar que isso vá impactar no nível da prova.

Veja abaixo dicas dos professores que podem facilitar a execução da prova:

1) Mapeie a prova

Venê Santiago de Oliveira, professor de física do Curso Poliedro, aconselha o estudante a mapear a prova e classificar as questões em fáceis, medianas e difíceis antes de começar a resolvê-la. Depois, começar a responder pelas mais simples. Segundo ele, assim o candidato se aquece e fica motivado para partir para as de dificuldade média.

As mais difíceis ficam para o final. “Embora ele já esteja cansado, as mais difíceis são menos numerosas, são poucas, quando ele chegar nelas já vai ter feito a maior parte da prova”, diz.

2) Otimize o tempo

Luis Gustavo Megiolaro, professor de biologia e coordenador do Curso Poliedro Campinas, aconselha os participantes a começarem a prova pelas matérias em que têm mais facilidade. “Uma boa dica é alternar um pouco entre uma matéria e outra para não ficar cansado”, acrescenta ele.

O coordenador de matemática do Objetivo, Giuseppe Nobilioni, orienta que o aluno pule as questões mais trabalhosas. “A sugestão que damos é começar a fazer a prova de cabo a rabo. Não sabe uma questão? Pula e volta para fazer no final da prova”, sugere.

Para Caio Gadel, coordenador de biologia do Grupo Etapa, a prova de biologia, por ser mais teórica e, geralmente, não conter cálculos pode ser “um respiro”. “Mas isso depende da aptidão do aluno. Tem aluno que encontra respiro resolvendo a prova de matemática, porque é a matéria que ele tem mais afinidade”, diz.

3) Não trave em uma questão

Se você passar mais de três minutos preso no cálculo de uma questão, deixe-a de lado e passe para outra.

“Costumamos dizer: ‘Vai faturando, vai levando até o fim’. Travou? Esquece e passa para outra. Depois volta. Se ficar nervoso por causa de uma questão, vai prejudicar o resto da prova”, diz o coordenador de física do Grupo Etapa, Alexandre Lopes Moreno.

Thiago Dutra, professor de matemática do Anglo, corrobora com a ideia. Ele explica que na prova de sua disciplina, há algumas questões muito mais trabalhosas que outras, em que o aluno terá de fazer mais de uma conta para resolvê-la. “Se a questão for trabalhosa, tiver que fazer várias contas, sugiro também deixar para o final”, afirma.

4) Tenha muita atenção aos enunciados e gráficos

Diferentemente de outros vestibulares, o Enem não fornece fórmulas para a resolução das questões. Por isso o coordenador de física do Grupo Etapa, Alexandre Lopes Moreno, aconselha o participante a ficar atento ao texto da questão, porque é comum que ele dê dicas sobre como solucionar o que está sendo pedido.

“Leia, faça uma lista dos dados do problema oferecido pelo enunciado. Com todos os dados do problema, ele vai visualizar a formulinha [cálculo necessário para resolver o problema]”, aconselha.

Antonio Mário Salles, coordenador de química do Objetivo, explica que as questões de química no Enem costumam ser contextualizadas e com textos longos. Então, é importante ler com calma os enunciados e prestar atenção nos números.

Apesar de teóricas, as questões de biologia costumam vir com gráficos e tabelas. Atenção a eles. “Outra dica é ficar atento porque a prova vem com muito gráfico, tabela, informações colocadas na prova. Tentar tirar o máximo de informação da própria prova. Não é só interpretação de texto, mas também de gráficos e tabelas”, diz Luis Gustavo Megiolaro, do Poliedro.

5) Revise os cálculos

Encontrou a resposta da questão? Não se sinta aliviado logo de cara. Venê Santiago diz que é importante o aluno revisar a execução do cálculo antes de marcar a alternativa.

“As [alternativas] erradas não são aleatórias. Quem formula as questões aponta nas alternativas erradas possíveis erros que o candidato poderia cometer se errar no cálculo. Então há grandes chances de achar uma alternativa que bata com os cálculos, mas ela está errada”, alerta.

6) Separe um tempo para preencher o gabarito

Venê Santiago de Oliveira aconselha o participante a reservar os últimos 20 minutos da prova para preencher o cartão de respostas.

“Faça no fim da prova, reserve ao menos 20 minutos para isso. Vai evitar de cometer rasura e pular respostas”, orienta.

Segundo dia de Enem

Os portões dos locais de prova deste domingo abrem às 12h (horário de Brasília) e fecham, impreterivelmente, às 13h (de Brasília). A aplicação do exame deve ter início às 13h30 e será encerrada dentro de cinco horas.

O gabarito oficial do Enem será divulgado até a próxima quarta-feira (14), e os resultados serão publicados no dia 17 de janeiro de 2019.