'Aéreo', Palmeiras vence Prudente e segue líder - WSCOM

menu

Futebol

09/04/2011


2x0: Palmeiras vence o Prudente

JOGO AÉREO

Foto: autor desconhecido.

Pelo alto e avante! Sem sustos, o Palmeiras bateu o Grêmio Prudente por 2 a 0, jogando no Canindé, na noite deste sábado. Os gol "aéreos" de Thiago Heleno e Douglas, contra, colocam o Verdão, mais uma vez, na liderança isolada do Campeonato Paulista, com 41 pontos.

O Palmeiras, que abre quatro pontos do São Paulo e seis para o Corinthians – os arquirrivais jogam neste domingo contra Noroeste e São Caetano, respectivamente -, fica em posição confortável para se garantir na liderança ao fim da primeira fase e conquistar a vantagem de decidir os jogos do mata-mata em casa.

Já o time de Presidente Prudente está praticamente fadado a disputar a Série A2 do Campeonato Paulista. A Abelha tem apenas 14 pontos e pode ver o rebaixamento ser selado neste domingo, quando o Linense enfrenta o Bragantino em casa, às 18h30. Se o Elefante de Lins vencer – e se o Noroeste apenas empatar com o São Paulo em Bauru -, o Grêmio Prudente está rebaixado para a divisão de acesso do Paulista.

THIAGO HELENO: HOMEM-GOL!

Contando com os desfalques dos suspensos Cicinho, Rivaldo e Kléber, e do lesionado Patrik, o Verdão começou apostando na boa fase do meia Lincoln, que vem dando conta do recado na armação palmeirense.

Dos pés do camisa 99 saíram as melhores chances do Verdão. Mesmo sem contar também com Valdivia, afastado há quatro jogos por conta de uma lesão na coxa esquerda – o Mago começou a partida no banco de reservas -, Lincoln protagonizou bons lances aos 17, aos 18 (com uma bicicleta, depois de passe de Assunção) e aos 21 minutos. Parecia que era dono da bola!

Com o meia chamando a responsabilidade, o time do técnico Luiz Felipe Scolari dava poucas chances ao Grêmio Prudente. À Abelha, restava se amparar no oportunismo de Juan, que incomodou a defesa do Verdão. Mas a zaga menos vazada do Campeonato Paulista não ofereceu mais riscos e manteve o jogo sob controle.

Faltava o gol para presentear os mais de 13 mil torcedores presentes no estádio do Canindé. E se o Palmeiras não tinha Kléber e Valdivia em campo, a bola parada de Marcos Assunção teve seu momento determinante. Aos 7 e aos 37 minutos, o camisa 20 assustou o Prudente com escanteios fechados, que quase resultaram em gol.

Assunção não marcou, mas foi dele o passe para o primeiro gol da noite: após cruzamento em escanteio, Thiago Heleno, o zagueiro-artilheiro, se antecipou à zaga e marcou de cabeça. Foi o terceiro gol do camisa 4 no Campeonato Paulista, o terceiro no Canindé.

ENTRA, VALDIVIA!

Na segunda etapa, o Verdão administrou o resultado, mas não deixou de ter seus bons momentos lá na frente, como quando Gabriel Silva testou Márcio e Luan completou no rebote, aos nove minutos da etapa complementar.

O momento era propício para a volta de Valdivia ao time, depois de quatro jogos fora. Quando o Mago se dirigiu ao banco de reservas, a torcida comemorou como se fosse um gol. Lincoln, muito aplaudido pela torcida do Palmeiras, deu lugar ao chileno. E, a partir daí, o Palmeiras se animou para marcar mais um.

E foi Valdivia quem cruzou – não costuma ser a dele – para o segundo gol do Verdão, praticamente acidental. O camisa 10 levantou na área e, sozinho, o zagueirão Douglas mandou de joelho para a própria meta.

Com 2 a 0 no placar, enganou-se quem pensou que o Verdão curtiria o segundo tempo em total tranquilidade. Aos 32 minutos, Luan e Valdivia iniciaram bate-boca dentro de campo. Apartados pelos companheiros, os ânimos só estabilizaram novamente quando Felipão sacou Luan para entrada de Max Santos.

Sem mais sustos, o Palmeiras administrou o resultado e agora vira as atenções para o confronto com o Santo André, pela Copa do Brasil, no meio da semana. Antes, na última rodada do Paulistão, o Verdão encara a Ponte Preta no Moisés Lucarelli. Já o Prudente recebe o Americana no Prudentão.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 2 X 0 GRÊMIO PRUDENTE

Estádio: Canindé, São Paulo (SP)
Data-Hora: 9/4/2011 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Flávio Rodrigues Guerra (SP)
Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis (SP) e Alberto Poletto Masseira (SP)
Renda e público: R$ 371.583,00 / 13.815 pagantes
Cartões amarelos: Thiago Heleno, Marcos Assunção e Gabriel Silva (PAL); Wanderson Cafu, Elivélton, Daniel e Ednei (GPR)
Cartões vermelhos: –
Gols: Thiago Heleno 30’/1ºT (1-0) e Douglas (contra) 29’/2ºT (2-0)

PALMEIRAS: Deola, Márcio Araújo, Danilo, Thiago Heleno e Gabriel Silva; João Vitor, Marcos Assunção (Chico 23’/12T), Tinga e Lincoln (Valdivia 17’/2ºT); Luan (Max Santos 36’/2ºT) e Adriano – Técnico: Felipão.

GRÊMIO PRUDENTE: Marcio, Wanderson Cafu, Douglas, Ednei e Rai; Anderson Pedra (Léo Gamalho 28’/2ºT), Daniel, Saldanha e Elivelton (Alex Maranhão 12’/2ºT); Juan (Rhayner 15’/2ºT) e Eraldo – Técnico: Marcio Goiano.
 

Notícias relacionadas