Acusado de matar escrivão da polícia é apresentado em coletiva de Imprensa - WSCOM

menu

Policial

05/04/2017


Acusado de matar escrivão chega a PB

DIRETO DO RIO

Foto: autor desconhecido.

A Delegacia de Crimes contra a Pessoa (Homicídios) apresentou na manhã desta quarta-feira (05) o acusado de ter matado o policial e escrivão civil Waldir Ponce de Leon em maio de 2016. O crime aconteceu após uma briga de trânsito no bairro do Valentina Figueiredo, em João Pessoa.

Marcelo Ramos Alves, de 33 anos, foi preso na cidade de Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro após um trabalho investigativo da Polícia Civil. Foi identificado o carro em que o suspeito estava e a polícia conseguiu chegar até o veículo, que já tinha sido trocado às pressas.

No momento do crime, Marcelo estava com a amante e com a filha deles dentro do carro. Sabemos quem é a amante e já foi colhido o depoimento dela”, destacou o delegado de Homicídios Reinaldo Nóbrega.

A arma do crime não foi encontrada. De acordo com o apurado pelo delegado Reinaldo Nóbrega, “ele comprou [a arma] na Feira do Oitizeiro e vendeu na Feira do Oitizeiro”. De acordo com o suspeito, ele andava armado para se defender dos inimigos, mas não explicou o que motivou tais inimizades.

Notícias relacionadas