A animação “Rio”, de Carlos Saldanha, conta a saga de duas araras-azuis pela cid - WSCOM

menu

Cinema

08/04/2011


A animação “Rio” estreia nesta sexta, 8

Cinema

Foto: autor desconhecido.

A animação “Rio”, do diretor carioca Carlos Saldanha, estreia hoje nas salas de cinemas mundiais, fazendo um grande tributo à Cidade Maravilhosa.

O filme conta a história da arara azul Blu (dublada por Jesse Eisenberg, de “A rede social”), que deixa a tranquilidade de sua casa nos Estados Unidos e viaja para o Rio, a fim de conhecer Jade (Anne Hathaway, de “O diabo veste Prada”), a última fêmea da espécie, que está ameaçada de extinção.

Nesse percurso, Blu e Jade são raptados por contrabandistas de animais silvestres e se metem em várias confusões. Para escapar dos bandidos, as araras acabam fazendo um tour pelos principais cartões-postais cariocas.

A saga de Blu surgiu da ideia de Saldanha de apresentar ao mundo as belezas do Rio de Janeiro. Criado no bairro de Marechal Hermes, na Zona Norte do Rio, o diretor vive em Nova York há 20 anos, mas não não esquece das suas origens.

— Adoro o Rio. Cresci em uma vida suburbana, soltando pipas e vendo bate-bolas na rua durante o carnaval. Sempre quis fazer um filme que mostrasse os lugares lindos da cidade. Mas também escolhi locais que foram marcantes na minha vida. Por exemplo, minha mulher morava no Horto, e quando eu ia encontra-lá, ficava admirando a Vista Chinesa. Também não dava para ignorar a realidade das favelas, que fazem parte do Rio e são berço de criatividade e talento — comenta Carlos.

Responsável pelos sucessos “A era do gelo 2 e 3” Saldanha, atualmente, é o maior nome brasileiro em Hollywood. Mesmo assim, o cineasta de 46 anos e pai de quatro filhos, diz que o sucesso não modificou a sua rotina:

— Minha família e eu temos uma vida normal. Com o dinheiro que eu ganho, só quero pagar boas universidades para os meus filhos. Não tenho maiores ambições.

Feliz com a oportunidade de fazer uma animação sobre sua cidade natal, Carlos diz que seus parentes e amigos do subúrbio estão torcendo pelo sucesso da animação:

— Minha avó ainda mora em Marechal Hermes e mantenho contato com amigos de lá. Todos ficaram orgulhosos e estão na expectativa para o lançamento do filme. Isso é muito importante para mim.

O Rio de Blu

Bonde de Santa Teresa

O bonde passa por cima dos Arcos da Lapa e pelas ruas de Santa Teresa. Estação dos bondes: Rua Lélio Gama (atrás da Petrobras, na Avenida Chile) s/n, Centro — 2240-5709. R$ 0,60.

Lapa

O bairro oferece bares para todos os gostos. Os Arcos da Lapa foram reformados e estão mais limpos e iluminados. Largo da Lapa s/n, Centro.

Morro da Urca

Bondinho: Praia Vermelha s/n, Urca – 2461-2700. Todos os dias, de 8h às 19h50m. R$ 44. O bondinho sai de 20 em 20 minutos.

Sambódromo

É possível visitar a Sapucaí e por R$ 5 alugar uma fantasia para tirar foto. Avenida Marquês de Sapucaí bloco 2, Centro — 2563-9004.

Praia de Ipanema

Além de dar um mergulho, vale ficar até o fim da tarde para ver o pôr do sol da pedra do Arpoador. Av. Vieira Souto, Ipanema.

Vista Chinesa

O mirante fica na Floresta da Tijuca, na subida ao Alto da Boa Vista.

Voo de asa-delta

O voo custa em média R$ 250. É necessário procurar um instrutor que seja associado ao Clube São Conrado de Voo Livre (www.cscvl.com.br). Clube São Conrado de Voo Livre: Rua Prefeito Mendes de Moraes s/n, São Conrado.

Notícias relacionadas