156 empresários estariam envolvidos na "fraude" de Bolsonaro, diz Haddad - WSCOM

menu

Política

18/10/2018


156 empresários estariam envolvidos na “fraude” de Bolsonaro, diz Haddad

Foto: autor desconhecido.

O candidato da frente democrática, Fernando Haddad (PT), anunciou nas redes sociais que há a informação de 156 empresários envolvidos no escândalo divulgado pela Folha de S.Paulo. O caso trata de um esquema milionário bancado por empresas para movimentar grupos de WhatsApp com notícias falsas contra o PT e Haddad e assegurar a vitória de Jair Bolsonaro, fraudando as eleições.

“Temos a informação de que 156 empresários estão envolvidos nesse escândalo. As pessoas vão ser chamadas a depor. Ele deixou rastro e nós vamos atrás”, anunciou Haddad nas redes sociais.

“Vamos acionar a Polícia Federal e a Justiça Eleitoral para impedir Bolsonaro de agredir violentamente a democracia como ele tem feito conluio com dinheiro de caixa 2 para violar a vontade popular é crime. Ele que foge dos debates não vai poder fugir da Justiça”, acrescentou Fernando Haddad.

Haddad disse ainda que Bolsonaro deixa rastro e cogita pedir prisão por ação ilegal. Segundo Haddad, uma possibilidade é inclusive a de prisões em flagrante, pois se trataria de um “crime continuado” — ou seja, que continua sendo cometido. O candidato falou também de pedidos de prisão preventiva para que haja “normalidade democrática” nesta reta final de segundo turno.

247

Notícias relacionadas