menu

Paraíba

15/07/2019


Moradores denunciam invasão e desmatamento no Porto do Capim; PMJP nega e esclarece o fato

Segundo relatos, agentes da Sedurb e guardas municipais destruíram uma cerca e invadiram o local para realizar desmatamento da área.

Imagem reprodução

Moradores do Porto do Capim, em João Pessoa, denunciaram, na manhã desta segunda-feira (15), uma suposta invasão da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP) na comunidade Villa Sanhauá. Segundo relatos, agentes da Sedurb e guardas municipais destruíram uma cerca e invadiram o local para realizar desmatamento na área.

 

Tárcio Teixeira, presidente estadual do PSOL, esteve no local e relatou o fato. “Vim fazer um vídeo em apoio a comunidade Porto do Capim depois de receber algumas denúncias de que a Prefeitura estava derrubando as casas e deixando o lixo para obrigar as pessoas a saírem do local, as que não querem sair, e por uma triste coincidência está aqui um monte de carro da Guarda Municipal”, disse.

 

O representante da Frente Brasil Popular explicou que os guardas municipais e agentes quebraram a cerca e funcionários da limpeza urbana foram até a mata para derrubar árvores, sem respeitar a cerca da vila localizada no Porto do Capim. Ele disse que os moradores devem se mobilizar nas próximas horas em protesto contra a ação.

 

Imagem reprodução

Prefeitura nega e esclarece o fato

 

A Prefeitura Municipal de João Pessoa esclareceu o fato e citou que a “operação realizada na manhã desta segunda feira, na comunidade Vila Nassau, aconteceu para retirar entulhos das casas que já foram demolidas, com a anuência dos proprietários, além de poda de árvores, seguindo recomendação do Ministério Público Federal e Defensoria Pública União”.

 

LEIA MAIS: Realidade do Porto do Capim e a resistência das mulheres são temas de análise Professora; confira