menu

Política

18/02/2013


Lúcio ironiza suposta fritura no Estado

Estou de regime

O secretário Chefe da Casa Civil do Governo do Estado, Lúcio Flávio, elogiou nesta segunda-feira (18), o vice-prefeito de João Pessoa, Nonato Bandeira (PPS), mas ironizou as suas declarações de que estaria enfrentando um “verdadeiro processo de fritura por parte do Governo do Estado” no caso das supostas irregularidades na prestação de contas da Granja Santa, que está sendo analisada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-PB).

“Nonato é meu amigo fraterno, tive a honra de orientá-lo no mestrado, é um home inteligente, que por determinada conjuntura não está nos apoiando, mas mas não existe nada de fritura, até por que estou de regime. Então, não precisa de fritura”, ironizou.

As declarações de Lúcio Flávio foram feitas durante o Encontro Paraibano de Prefeitos realizado pelo Governo do Estado no Hotel Tambaú nesta segunda.

Lúcio Flávio disse também que não está nenhum pouco preocupado com o processo de investigação do TCE-PB as contas da Granja.

“Não estou nenhum pouco preocupado, nós recebemos a notificação, apresentamos a defesa e estamos aguardando o julgamento com serenidade”, disse.

“Não perdi nenhuma noite de sono por isso, pelo contrário fico feliz pelo TCE está exercendo o papel de fiscalizar os gatos dos gestores públicos”, acrescentou.

No dia 31 de janeiro, Nonato Bandeira defendeu Lúcio Flávio das criticas da secretária de Finanças do Estado, Aracilba Rocha, que disse (na semana anterior) que faltou competência ao secretário no processo de prestação de contas da granja, por isso terá que responder pelos “erros”.