menu

Política

16/02/2013


São José: Cartaxo dialoga com moradores

PRIMEIRO CONTATO

O prefeito de João Pessoa, Luciano Cartaxo (PT), e representantes do bairro São José reuniram-se esta semana no gabinete do prefeito, no Paço Municipal, para dialogar sobre o projeto de reurbanização do bairro e valorização do rio Jaguaribe. “Nosso objetivo é chegar a ações concretas, que contemplem a comunidade, e o meio-ambiente”, disse o prefeito.

Juntamente com o secretário Rodrigo Soares, da Secretaria de Gestão Governamental e Articulação Política (Segap), e o deputado estadual do PT, Anísio Maia, os representantes trouxeram suas preocupações em relação ao projeto anteriormente apresentado, que segundo o prefeito Luciano Cartaxo, serão todas reconsideradas pela atual gestão. “Não podemos permitir que um recurso federal que nos foi destinado para a melhoria da nossa cidade seja devolvido por uma falta de acordo entre poder público e comunidade”.

De acordo com o projeto, a rua principal será mantida, assim como todo o comércio já instalado. Toda estrutura pública oferecida na localidade, como creche e Programa de Saúde da Família (PSF) será reestruturada para atender melhor à população. As casas que ficam na margem do rio, serão retiradas. No entanto, será rediscutido o local para onde essas famílias serão relocadas. “Nós manteremos a estrutura básica do bairro, não se pode simplesmente apagar uma comunidade”, disse. Ainda segundo o prefeito a cultura e a população do bairro devem ser respeitados.

Ações imediatas 

Emergencialmente, por ocasião da época das chuvas, será dada atenção a pontos críticos no bairro que possam ser acompanhados pela Secretaria de Infraestrutura (Seinfra) e Defesa Civil, a comissão de moradores ficará responsável por avaliar e listar os pontos na comunidade que precisam de maior atenção.

O projeto 

O projeto de reurbanização do Bairro São José será realizado por meio de convênios no valor de R$ 193 milhões. Os recursos serão destinados para obras de infraestrutura e construção de 2.961 moradias no bairro. Os recursos foram destinados pelo Governo Federal por meio da segunda etapa do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC II) e do Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV).