menu

Paraíba

17/09/2019


Líder do governo rebate críticas de Ricardo Coutinho e diz que ex-governador tem “práticas egocêntricas”

Segundo Ricardo Barbosa, os deputados integrantes da base aliada, que foram eleitos pelo projeto socialista, possuem os seus próprios méritos.

Na imagem o deputado estadual e líder do governo na Casa, Ricardo Barbosa

O deputado estadual e líder do governo na Assembleia Legislativa, Ricardo Barbosa (PSB), usou a tribuna, durante pronunciamento na sessão ordinária desta terça-feira (17), para refutar as declarações do ex-governador Ricardo Coutinho de que uma parcela do parlamentares da Casa de Epitácio Pessoa representam “o atraso, as velhas e reprováveis práticas”. Ele criticou, ainda, o que classificou de “desarrazoada autofagia” no partido afirmando que o ex-gestor “tem práticas egocêntricas”.

 

“Nesses rompantes, sempre bem recheados de vaidade e egocentrismo, chega a dizer que no último pleito elegeu 22 deputados estaduais, um federal, um senador e o próprio governador. É desmesurado que uma única pessoa, por maior que seja a sua liderança, possa se creditar ou se autorresponsabilizar pela vitória de praticamente todos os que lograram êxito num pleito”, avaliou Barbosa.

 

Ainda segundo o parlamentar, os deputados integrantes da base aliada, que foram eleitos pelo projeto socialista, possuem os seus próprios méritos e não foi Ricardo que elegeu sozinho os 22 que a compõe. “É desmesurado, contudo, que uma única pessoa, por maior que seja a sua liderança, possa se creditar ou se auto-responsabilizar pela vitória de praticamente todos os que lograram êxito num pleito. Tamanha presunção, além de desconstruir e aviltar valores históricos de luta, devotamento e trabalho em defesa da Paraíba de alguns; soa desrespeitoso ao legado de vida de muitos”, disse.

 

O líder do governo, pessoalmente atacado, disse que sempre se pautou pela boa política e boas práticas pregadas pelo ex-governador. E que, por isso mesmo, foi reconhecido por aquele, ao lhe confiar importantes tarefas, entre elas a direção da Suplan e secretaria executiva do PAC.

 

“Essas milhares de obras executadas não lhe causaram nem causarão nenhum desassossego, porque elas foram tocadas por mim e pelo seu, agora, governador João Azevedo (à época secretário estadual). Tudo o que fizemos, e você atestou isso inúmeras vezes, foi sempre em nome da boa política”, frisou, exibindo vídeos em que Coutinho lhe teceu inúmeros elogios ao trabalho desenvolvido naqueles cargos.

 

Por fim, rebateu outra fala do ex-governador, que afirmou que Ricardo Barbosa nunca havia obtido sequer quatro mil votos antes da última eleição. Ele discorreu sobre todas as suas votações e, mais recentemente, sobre os 33 mil votos obtidos em 2014 e os quase 43 mil em 2018, “sem desmerecer os tickets-alimentação que foram distribuídos por vários municípios”, sem citar em benefício de que parlamentares eleitos.

 

OUÇA NA ÍNTEGRA O PRONUNCIAMENTO:

 

 

Da Redação
Portal WSCOM