menu

Futebol

22/01/2013


Lateral luta contra 'maldição gringa'

Vasco

 O Vasco apresenta oficialmente na tarde desta terça-feira o lateral esquerdo Yoshimar Yotún. Aos 22 anos, o peruano chega para suprir a carência na posição e lutar contra a “maldição gringa” que assola São Januário nos últimos anos. Referendado pelo preparador físico Luiz Otávio, escudeiro de Ricardo Gomes, Yoshi, como também é conhecido, é visto como uma aposta positiva pela diretoria.

Yoshimar Yotún permanece na Colina histórica por empréstimo até o final do ano. Caso agrade, o Cruzmaltino tem a opção de compra. No ano passado, o lateral foi eleito o segundo melhor da posição pelo jornal El País. Suas boas atuações no Sporting Cristal chamaram a atenção dos dirigentes vascaínos, que consultaram o preparador físico Luiz Otávio.

Braço direito de Ricardo Gomes na comissão técnica, Otávio trabalhou no Peru e México antes de chegar ao Vasco. Ele referendou a contratação do atleta, então desconhecido da torcida vascaína. Além da pressão tradicional de um dos grandes clubes do futebol brasileiro, Yotún terá de lutar contra a “maldição gringa” na Colina histórica.

Desde julho de 2008, quando Roberto Dinamite tomou posse, oito estrangeiros foram contratados pelo Vasco, todos da América do Sul. A temporada de 2012 terminou com apenas um no elenco. O equatoriano Carlos Tenorio jogou pouco em razão de uma cirurgia para a reconstrução do tendão calcâneo, mas caiu nas graças da torcida pela raça característica.

O restante passou sem deixar saudades. Pedro Vera, Irrazábal, Jadson Viera, Matías Palermo, Milton Benítez, Chaparro e Abelairas pouco fizeram com a camisa cruzmaltina. Apesar do retrospecto negativo, o diretor executivo René Simões mostra confiança no desempenho de Yotún.

VEJA OS ESTRANGEIROS DO VASCO DURANTE A GESTÃO ROBERTO DINAMITE

Pedro Vera (volante) – O paraguaio chegou em 2009 e não disputou nenhuma partida sequer.
Milton Benítez (meia) – Também do Paraguai, o jogador chegou em 2009 e disputou quatro jogos.
Matías Palermo (meia) – Passou por um período de testes em 2010. O argentino fez uma partida.
Jadson Viera (zagueiro) – Radicado no Uruguai, foi contratado em 2010 e entrou três vezes em campo.
Chaparro (meia) – Argentino, chegou em 2011 e disputou 10 jogos sem conseguir empolgar.
Irrazábal (lateral) – Do Paraguai, o lateral direito fez 13 jogos em 2010 e ficou encostado em 2011.
Abelairas (meia) – O argentino chegou ao Vasco em 2012. Disputou quatro jogos e foi para o México.
Tenorio (atacante) – Aparenta ser o único atleta a se salvar entre os estrangeiros. O equatoriano jogou pouco em razão de uma lesão no tendão calcâneo que o afastou dos gramados por cinco meses durante 2012. Foram 17 partidas e 5 gols marcados.