Igor Rabello e Réver: Atlético intensifica negociações por reforços para a zaga

Ainda sem anunciar novidades para a temporada 2019, o Atlético intensificou as negociações para a contratação de zagueiros. O setor é considerado pelo presidente do clube, Sérgio Sette Câmara, como prioridade para reforços. Nos últimos dias, dois nomes surgiram como os mais cotados na lista: o experiente Réver, capitão do Galo na conquista da Copa Libertadores, e o jovem Igor Rabello, do Botafogo.
O Banco BMG é o investidor que está tentando colocar o defensor Igor Rabello na Cidade do Galo.
Réver
Réver tem contrato de empréstimo com o Flamengo até o fim de 2019. Os direitos econômicos do jogador de 33 anos estão ligados ao Internacional. Segundo o site Coluna do Flamengo, o defensor não ficará no Rio de Janeiro na próxima temporada, e o Atlético negocia a transferência diretamente com o clube gaúcho. O diretor de futebol Marques e o vice-presidente Lásaro Cunha não quiseram confirmar as tratativas.Em 2018, Réver foi titular e capitão do Flamengo, com 44 partidas e dois gols anotados. Ele chegou ao time da Gávea em junho de 2016, depois de um ano e meio no Inter.

Réver foi jogador do Atlético de 2010 a 2015, com 177 jogos disputados. Ele é o segundo zagueiro artilheiro da história do clube mineiro, com 22 gols, superado apenas por Leonardo Silva, que marcou 32 vezes. Em 2014, com a ascensão de Jemerson e com problemas de lesão, Réver passou a não ser prioridade nos planos do técnico Levir Culpi, que retornou ao Alvinegro nesta temporada, e se transferiu para o Internacional.

Além da Copa Libertadores de 2013, Réver conquistou os títulos do Campeonato Mineiro (duas vezes, em 2012 e 2013), da Recopa Sul-Americana (2014) e da Copa do Brasil (2014) pelo Atlético.

Igor Rabello

Já no caso de Igor Rabello, o Atlético conta a ajuda do Banco BMG (fundo Soccer BR1) para tentar fechar a contratação. Anselmo Paiva, representante do jogador, confirmou ao Superesportes que o Botafogo ainda não aceitou fazer o negócio.
”A informação que eu recebi do Anderson Barros, gerente de futebol do Botafogo, é que o clube foi procurado pelo BMG. Fizeram a proposta de R$ 12 milhões pelos 70% dos dreitos do jogador. A princípio, o Botafogo não gostou e recusou. O Botafogo entende que vendeu os mesmos 70% do volante Matheus Fernandes para o Palmeiras por valor maior (R$ 15,5 milhões) sem ele ter os números do Igor Rabello. Por isso, recusaram. Acham que o Igor vale mais”, declarou Paiva.
Anselmo Paiva disse que ainda não iniciou conversas com o Atlético para tratar de bases salariais do zagueiro. Tudo dependerá de um acordo entre BMG e Botafogo. “Não fui procurado diretamente pelo Atlético. O BMG tem que chegar num acordo com o Botafogo para depois eu conversar com o Atlético. Não quero tomar tempo do Marques (diretor de futebol) do Atlético, pois as partes precisam se acertar antes. Não fizeram proposta pelo jogador ainda, pois não chegaram num acordo com o Botafogo”, esclareceu.O fato novo é que jogadores do Galo podem ser envolvidos na negociação para convencer o Botafogo a liberar Igor.

Igor Rabello, de 23 anos, passou pelas categorias de base do Fluminense e se profissionalizou no Botafogo. Em 2016, ele chegou a ser emprestado ao Náutico. Neste ano, disputou 61 jogos e marcou cinco gols pela equipe botafoguense.

O Atlético conta com cinco zagueiros no elenco: Leonardo Silva, Iago Maidana, Gabriel, Martín Rea e Matheus Stockl. O contrato do capitão Leo Silva, de 39 anos, expira em 31 de dezembro, mas deve ser renovado por mais uma temporada. Outros zagueiros vinculados ao Alvinegro são Nathan e Matheus Mancini, que voltam de empréstimo de Ponte Preta e Londrina, respectivamente. Já Juninho, cedido pelo Palmeiras, deve deixar o grupo. Messias, do América, também foi sondado pelo Galo.