Identificado núcleos que comandam manifestação pró Bolsonaro neste domingo

0
4

Com forte identificação com o bolsonarismo, os grupos de direita e extrema-direita que nasceram nas redes sociais como o Direita São Paulo e o Consciência Patriótica, além do Movimento Avança Brasil e o NasRuas, estão convocando para os atos deste domingo (26), diferentemente do MBL (Movimento Brasil Livre) e do Vem Pra Rua, que tiveram papel importante nas manifestações que derrubaram a ex-presidente Dilma Rousseff, mas não participarão hoje. Com isso, dissidentes desses dois grupos que não concordaram com a decisão também aderiram aos atos, informa o Nexo.

 

“Outra fonte de convocação é o Clube Militar, que reúne entre seus sócios militares da reserva, da ativa e também civis. Em nota oficial, a instituição convocou seus quase 40 mil sócios a irem às ruas e declarou que os atos apoiam ‘reformas necessárias à governabilidade’. Não é comum o Clube Militar apoiar institucionalmente manifestações. Fundado no século 19 e sediado no Rio, o Clube Militar não tem nenhum vínculo formal com as Forças Armadas e é dirigido por oficiais que já passaram à reserva, mas exerce influência na corporação. O vice-presidente Hamilton Mourão chefiou o Clube Militar em 2018.

 

Além disso, um grupo de empresários apoia publicamente as manifestações, por meio do recém-criado Instituto Brasil 200, que reúne executivos e defende a implantação de medidas liberais na economia. Entre eles estão João Appolinário (dono da Polishop) e Luciano Hang (dono da Havan)”, conta a reportagem.

 

 

Com informações Brasil 247
Portal WSCOM