menu

Paraíba

23/08/2019


Humoristas se autodeclaram prefeito e vice em cidade do Sertão; dupla comemora anúncio com comício

Ronaldo Palhaço e Tatu dos Dentão se uniram ao formar chapa única e disputam a Prefeitura de Patos.

Imagem reprodução

Fato curioso na Paraíba. Depois da crise instaurada no Executivo municipal da cidade de Patos, no Sertão do Estado, os humoristas Ronaldo Palhaço e Tatu dos Dentão se uniram em formaram uma chapa única para disputar a Prefeitura Municipal do município.

 

O candidato a prefeito Tatu divulgou nas redes sociais um vídeo com propostas e apoio da população para assumir o posto máximo do Poder Executivo na cidade. Com tom de críticas bem humoradas, ele anunciou, dentre outras medidas,  que a sua gestão “acabarei com o nepotismo em que várias famílias tomam de conta”. Ao invés disso, ele pretende “dar emprego à minha mãe, meu pai, meus primos”, fazendo o nepotismo pertencer a uma família só.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Marque seu amigo que apoia Tatu e seu secretariado para administrar nossa cidade!

Uma publicação compartilhada por Tatu 🦔 (@tatuhumorista) em

 

Ver essa foto no Instagram

 

Hoje eu fui atrás do amor do povo que me quer na Prefeitura! #PrefeitoTATU ••• Produção @indicapatos

Uma publicação compartilhada por Tatu 🦔 (@tatuhumorista) em

 

Os dois subiram em um palanque improvisado nas ruas da cidade e discursaram pedindo o apoio popular para colocar a cidade de volta nos eixos. Ronaldo, candidato a vice-prefeito, declarou em seu discurso que “vai ser um trabalho difícil. Mas eu, junto com meu amigo Tatu dos Dentão, iremos fazer um bom trabalho na cidade de Patos”.

 

Sobre a crise na gestão municipal

O último prefeito de Patos a abandonar o cargo foi Sales Júnior na última terça-feira (20). Ele ocupava o cargo desde o dia 6 de abril, após renúncia do prefeito interino Bonifácio Rocha. O ex-vice-prefeito havia assumido o cargo após o afastamento de Dinaldinho Wanderley da Prefeitura de Patos.

 

A Câmara Municipal de Patos deve realizar nesta sexta-feira uma nova eleição para definir a presidência da Casa. Após essa definição, Patos terá novo comando. Logo após a renúncia de Sales Júnior, quem assumiu o posto de prefeito interino foi o secretário de Finanças Jonas Guedes.