menu

Entretenimento

08/10/2019


Hospital do Bem comemora um ano de funcionamento com ações sociais; confira

Imagem divulgação

A comemoração de um ano de atividades do Hospital do Bem – unidade oncológica que faz parte do Complexo Hospitalar Regional Deputado Janduhy Carneiro de Patos, aconteceu na manhã desta segunda-feira (7) com ações sociais e ecumênicas na unidade hospitalar.

 

Em um momento de louvor com o músico e diácono José Tadeu Rodrigues, além com sessões de maquiagem para pacientes, uma ação em alusão ao Outubro Rosa, com toques de sino por pacientes que alcançaram a cura, com voz e violão e ainda por um lanche coletivo partilhado por funcionários, pacientes e integrantes da ONG ‘Amigas Viva a Vida’ fizeram parte da ação.

 

Tudo aconteceu no hall de entrada da unidade, que estava decorado com elementos e cores numa alusão ao Outubro Rosa, e contou com a presença da Secretária Executiva de Saúde, Renata Nóbrega, da diretora geral, Liliane Sena e da diretoria da Santa Casa de Birigui, que administra o Complexo.

 

A solenidade começou ministração, que falou sobre a importância do Hospital para a cura dos pacientes. Após a homilia, que enalteceu a fé como principal caminho para ter resultados positivos, o religioso benzeu o espaço. Em seguida a Secretária Executiva de Saúde, Renata Nóbrega, destacou os diferenciais da unidade e anunciou que a intenção da Secretaria é ampliar os serviços do Hospital do Bem. “De fato, nós melhoramos o serviço oncológico no sertão com o Hospital do Bem que é referência para 89 municípios da região e a nossa intenção é ampliar a oferta de serviços aqui, porque esse é o SUS que funciona, que dá certo”, afirmou a representante da SES.

 

A diretora geral do Complexo, Liliane Sena, agradeceu a sua equipe, destacando que ela, durante esse primeiro ano de funcionamento, se dedicou ao máximo para que tudo acontecesse a contento e lembrou do papel da ONG ‘Amigas Viva a Vida’ na conquista e realização de um antigo sonho que era descentralizar os serviços oncológicos na Paraíba. “Vocês, da ONG, encabeçaram essa ideia de trazer um serviço de oncologia para o sertão. A ousadia de vocês culminou com isso que nós temos aqui hoje, que é um serviço eficiente, com resultados reais e muitas histórias de superação e cura”, disse Liliane, agradecendo a fundadora da ONG, Gerusia Delfino, também presente na ocasião, e a médica oncologista, Nayhara Castro, pela dedicação e compromisso com os pacientes da unidade.

 

Dra. Nayhara, visivelmente emocionada, disse que o Hospital do Bem vai muito além de tratar o paciente. “Nós, aqui, tratamos o paciente com o que a Medicina e os protocolos determinam, mas, vamos além disso, acolhemos ele com humanização e carinho e não apenas os nossos pacientes, mas, seus familiares que se envolvem também com a doença porque não há como ficar indiferente a um quadro de câncer, seja ele qual for. Como já fui paciente, agrego essa visão ao meu conhecimento científico e acadêmico e entendo como um paciente se sente ao receber o diagnóstico, isso também diferencia a nossa conduta”, destacou a médica, que recebeu elogios públicos sobre seu acolhimento aos pacientes.

 

Boa parte da comemoração hoje pela manhã, foi acompanhada de voz e violão, com o coordenador administrativo do Hospital do Bem, Thiago Viana, que se revezou entre vocal e violão, com o cantor Yago Marinho. No final, todos participaram de um lanche coletivo, com direito a bolos comemorativos em função do primeiro aniversário de funcionamento do Hospital do Bem.

 

Com informações Ascom
Portal WSCOM