menu

Paraíba

19/07/2019


“Governadores de ‘paraíba’”: Bolsonaro se refere ao Nordeste de forma pejorativa em vídeo vazado; ASSISTA

"Daqueles governadores de 'paraíba', o pior é o do Maranhão", diz Bolsonaro. Governadores do Nordeste cobram explicação, e Palácio do Planalto diz que não irá comentar.

(Brasília - DF, 19/07/2019) Presidente da República, Jair Bolsonaro, durante café da manhã com Jornalistas. Foto: Marcos Corrêa/PR

Em áudio vazado após o café da manhã que ofereceu nesta sexta-feira (19) a profissionais da mídia estrangeira, o presidente Jair Bolsonaro (PSL), em conversa com o ministro-chefe da Casa Civil da Presidência, Onyx Lorenzoni, ataca o governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), e se refere aos Estados do Nordeste pelo termo “paraíba”, considerado pejorativo e, por alguns, até preconceituoso com a região.

Ao contrário do que o Portal WSCOM divulgou no início da noite, uma versão com melhor áudio e legenda do vídeo vazado que revelou a conversa entre Bolsonaro e Lorenzoni, demonstra que o presidente da República não criticou propriamente o governador da Paraíba, João Azevêdo, mas destratou todos os nove governadores nordestinos ao se referir a eles como “governadores de Paraíba”.  

O recado de Bolsonaro tinha endereço certo, o governador do Maranhão, Flávio Dino. “Desses governadores de ‘paraíba’, o pior é o do Maranhão. Não tem que ter nada com esse cara”, disse o presidente.

Assista ao vídeo:

Governadores reagem

O governador do Maranhão, Flávio Dino reagiu às declarações do presidente Jair Bolsonaro. “Neste vídeo, ouvi mais claramente o que disse o presidente da República. Parece chamar todos os nordestinos de ‘paraíba’ e me ameaça, com estranha raiva. Lamento e espero explicações, pois isso é algo realmente inédito e incompatível com a Constituição”, disse o governador.

O governador da Paraíba, João Azevêdo, condenou a fala do presidente e exigiu a manutenção das relações institucionais. “A respeito das declarações do presidente Jair Bolsonaro, quero dizer que condenamos toda e qualquer postura que venha ferir os princípios básicos da unidade federativa e as relações institucionais deles decorrentes”, disse.

Em carta aberta, os nove governadores do Nordeste condenaram as declarações do presidente Jair Bolsonaro, por considerarem que a postura do Chefe do Executivo Nacional feriu “os princípios básicos da unidade federativa e as relações institucionais deles decorrentes”.

“Recebemos com espanto e profunda indignação a declaração do presidente da República transmitindo orientações de retaliação a governos estaduais, durante encontro com a imprensa internacional. Aguardamos esclarecimentos por parte da presidência da República e reiteramos nossa defesa da Federação e da democracia”, diz trecho da carta.


Portal WSCOM