menu

16/06/2018


GOOOOLLLLLL, DIVERSÃO E ARTE

A vida não é apenas um passeio...

A vida não é só passeio. Trabalho, muito trabalho e aprendizado. Tudo leva ao caminho da evolução. Um dos principais problemas ainda encontrados na vida terrena trata da questão moral, quando encontraremos seres mais avançados em relação a outros ainda nutrindo o campo da ignorância, este ainda pautando a maioria dos habitantes terrestres.

O papel das religiões, que seria exatamente o de agregar valores em torno da Família, dos ensinamentos de Jesus, no sentido de se poder avançar mais rapidamente a marcha evolutiva, este tem sido distorcido, transformando as instituições em empresas de negócio lucrativo em nome de Deus. Não fosse isto, teríamos seres muito mais organizados, civilizados, preparados, qualificados para a vida, contrapondo o que muitos chamam de elementos incivilizados tão quantitativamente encontrados pelaí.

Estamos em tempo de Copa do Mundo, o grande campeonato mundial de futebol. Em nossa região, a graça paralela dos festejos juninos com arraiais espalhados por centenas de cidades nordestinas mantendo a tradição cultural com arte, gastronomia e turismo movimentando com alegria.

Se por um lado esquecemos as tragédias, a barbárie, as desavenças, o desconforto de um golpe político com sérias consequências à sociedade, por outro o coletivo sentimento de sair da zona de sofrimento e cair na brincadeira, na diversão a qualquer preço.

Daí alguns fatores contribuem para essa gangorra na vida de todos. A mídia que explora as atividades de lazer em contrapartida somando patrocínio de bilhões de dólares para seu cofres, é a mesma que vela os maus feitos dos políticos, dos poderes contra aqueles que, submissos sustentam tais poderes. O conflito entre ricos e pobres está ainda longe de um sensato equilíbrio. Ainda assim, vivemos todos atolados no grande hospital, na miséria humana que desafia tanto ricos quanto pobres, para o caminho evolutivo.

Em ano de eleição poucos se prenderão à razão para se deixar votar em seus comparsas, seus candidatos corruptos que promoveram impeachment à presidente Dilma Rousseff e avançaram processos retroativos de destruição da economia brasileira. Sim, temos dúvida se lembrarão daquele fatídico dia em que muitos deles votaram contra Dilma, alegando honra aos filhos, à mulher, a família, à Pátria, e até em nome de Deus… Temos dúvida se lembrarão de Lula, ou do sofrimento de uma economia em frangalhos abatendo o direito do gás de cozinha, de encher o tanque do carro, de comer e beber e caminhar…

Em tempos de Copa do Mundo, de São João, de Eleições, de festa e cerveja gelada, de música, e gritos de gooooollll, poucos mesmo são aqueles que lembrarão as lutas cotidianas contra o aborto, a violência contra a mulher, o abandono às crianças e idosos, a indiferença, a luta de classes, o racismo, etc.

Enquanto escrevo, escuto ao longe o som de Gonzaga reivindicando um matulão cheio de xote, maracatu e baião. Enquanto escrevo e me preparo para a dança, diversão e arte lembro que mesmo assim a vida não é apenas um passeio.

Gil Sabino é jornalista e gestor de marketing. g.sabino@uol.com.br

Notícias relacionadas