menu

Cursos e Eventos

22/05/2013


Encontro de Graffiti da ONG CIC PB

Arte

 

Nos dias 24, 25 e 26 de maio, o Centro Interativo de Circo (CIC), localizado em João Pessoa, promoverá um evento sobre a arte do graffiti e seu papel na sociedade atual. O evento durará três dias e, dentro da programação, temas como “empreendedorismo e graffiti”, “a mulher no graffiti de rua” e o “papel da arte engajada/religiosa envolvendo o graffiti” estarão sendo debatidos.

“Este é o primeiro ano que nos juntamos e criamos esse evento. Antes, já fazíamos de outra forma, mas um encontro com debates, arte nos muros e com grafiteiros da Paraíba e de outros locais só tem a engrandecer essa arte”, explica o criador do CIC, Gerard Miranda.

 

Sobre o CIC

 

O Centro Interativo de Circo (CIC) é uma ONG, criada em 2007, com sede no Rio de Janeiro, onde encontrou no bairro da Lapa um grande ponto de trocas de experiências contemporâneas. Desde então, atua também na Paraíba, no bairro dos Bancários.

 

A organização trabalha com algumas vertentes: A Arte, a Educação, o Circo e os Malabares. Estes foram os grandes responsáveis pelo surgimento do Centro Interativo de Circo. Voltadas para a Cultura HipHop, em seu cotidiano, o CIC desenvolve o trabalho de formação e multiplicação dessa cultura, misturando arte circense e cinema.

 

A ONG tem uma estrutura que possibilita desenvolver oficinas dos quatro elementos da cultura hip hop: Dança de rua, Graffiti, discotecagem e Rap, juntamente com oficina de circo, agregadas a oficina de cinema – com o objetivo de produzir documentários. Alia-se a ações de cultura complementares como skate, capoeira e basquete de rua. Tem estrutura destinada para que os jovens possam utilizar gratuitamente todos os espaços durante os dias da semana, desde a Lan House, até o estúdio musical.

 

 

O evento

 

Para contemplar os participantes, a imprensa e a comunidade em geral, a programação foi baseada no universo que envolve o Graffiti contemporâneo e o movimento que a sociedade passa.

Para abertura, sexta-feira (24), Bobi Espaço Rabisco que é parceiro do CIC nas oficinas do Rio de Janeiro, fará uma palestra sobre o Festival " Menteting of Favela", às 10h. Bobi é preendedor e multiplicador da cultura do graffiti no CIC RIO.

Já a apresentação musical ficará por conta do grupo Dialeto Negro – grupo de Rap de João Pessoa. A exposição de Samantha segue em anexo junto com os demais.

Os dias seguintes seguirão a programação: Sábado (25), debate sobre a problemática cristã na arte urbana, às 9h; Graffiti empreendedor com Miguel Carcará do Rio Grande do Norte, às 14h; já às 16h, o grafiteiro paraibano Múmia falará sobre sua trajetória de vida. A programação do dia terminará com os shows de Carcará na Viagem e Família ZO.

No domingo (26), o debate será sobre “As mulheres no Graffiti”; terá a participação de Comando Selva 22 do Rio de Janeiro, Mulheres do Coletivo de Graffiti da Paraíba.
O encerramento será com um mutirão de graffiti.

O Centro Interativo de Circo – CIC oficializou a parceria internacional com a escola de circo Social El Saman, Cali (Colômbia), participou do Festival Internacional de Teatro de Londrina, realizou a “1ª e 2ª Semana de Arte Educação”, com a participação de vários projetos sociais do Rio de Janeiro como Afro Reggae, Nós do Morro, Coopa-Roca, Escola Nacional de Circo e Graffiteiros. Com o projeto de cultura itinerante Rally Circo Social viajou o estado da Bahia através da comunidade solidária divulgando o circo e o seu trabalho de arte educação e formação de monitores, executou também o projeto “Protetores da Vida” do Ministério do Meio Ambiente, dentro do programa de despoluição da Baía de Guanabara com espetáculos temáticos e oficinas de meio ambiente. Foi contemplado pelo Ministério da Cultura – MINC através do Programa Cultura Viva – “Pontos de Cultura” para a manutenção e ampliação de suas oficinas de Graffiti, Malabares, Rap e Rádio Comunitária.