menu

Futebol

21/01/2013


Emerson: joelho incomodou no Mundial

Estiramento

 Era o joelho direito de Paolo Guerrero que gerava maior preocupação no Corinthians antes do Mundial, mas foi Emerson quem demonstrou maior limitação no Japão. O atacante também teve um estiramento no ligamento colateral medial, mas o grau da contusão foi maior.

Já faz mais de três meses que o camisa 11 se machucou, porém ainda dói. "Não foi uma lesão muito grave, mas é uma lesão chata porque incomoda e demora muito tempo para curar. Você consegue jogar, sim, mas um pouco limitado", comentou.

Emerson estirou o ligamento em choque com Zé Antônio, no dia 13 de outubro. Voltou a atuar pouco mais de um mês depois e teve as três rodadas finais do Campeonato Brasileiro para entrar em ritmo. Ele foi importante no Mundial, mas não teve a explosão que lhe fez o herói da Copa Libertadores.

"No Japão, incomodou um pouco durante os treinos. Nos jogos, incomodou bastante, porque o jogo é completamente diferente. Ainda estou com um pouquinho de dor, a gente está tratando. É preciso ter paciência porque demora um pouquinho para sarar. Mas vai sarar", prometeu.

O plano do Sheik é seguir a programação dos demais titulares do Mundial. Tite espera que eles estejam à disposição a partir da quarta rodada do Campeonato Paulista, marcada para o dia 30 de janeiro. No mais tardar, o atacante quer estar pronto no início de fevereiro, pois a estreia na Libertadores será no dia 20.