menu

Futebol

03/01/2013


CR7 minimiza tensões no Real Madrid

Internas

 O atacante português do Real Madrid, Cristiano Ronaldo, se mostrou nesta quarta-feira convencido que a equipe da capital espanhola mostrará sua melhor cara em 2013 e minimizou as supostas tensões internas.

Depois do pedido por tranquilidade de seu companheiro e capitão da equipe, Iker Casillas, em relação à situação atual do Real Madrid, terceiro colocado do Campeonato Espanhol 16 pontos atrás do rival Barcelona, foi a vez do português falar sobre o assunto.

– Quando uma equipe top como o Real Madrid, acostumada a ganhar sempre, não se encontra no seu melhor momento, é normal que as pessoas fiquem um pouco tensas. Estamos num momento ruim, e temos que aceitar as críticas. Temos que admitir que realmente não estamos bem, mas tenho certeza que vai ser um ano muito bom, estamos treinando bem e por isso as coisas boas vão começar a acontecer.

Cristiano Ronaldo compareceu frente à mídia após semanas de rumores e informações da imprensa sobre supostas tensões no clube, que culminaram em 22 de dezembro quando o treinador José Mourinho deixou Casillas no banco de reservas em partida válida pelo Campeonato Espanhol contra o Málaga.

Mourinho assegurou que sua decisão se baseou em razões técnicas e Cristiano apoiou nesta quarta-feira o seu treinador.

– São decisões técnicas que temos que respeitar. Quem manda é o treinador.

Ronaldo, cujo contrato com o Real Madrid se encerra em 2015, preferiu não falar sobre a renovação de seu vínculo com o clube.

– Isso não é o mais importante no momento, temos coisas mais importantes como encontrar o caminho adequado para seguir melhorando na Liga, na Liga dos Campeões da Europa e na Copa do Rei. Me sinto bem, me sinto à vontade com meus companheiros em campo.