menu

Notícias

20/06/2019


Cônsul da China no Nordeste avalia crise global produzida por Trump, vê diálogos com Estados e admite novos investimentos

Walter Santos esteve reunido com a diplomata chinesaYan Yuping (Revista NORDESTE)

A China vive a serenidade e firmeza de sua história sem tirar o foco em expandir seus negócios e relacionamentos. Mais do que isso, comemora a expansão de investimentos no Nordeste e ainda os 60 anos da República Popular e a reunião dos BRICS em Brasília no próximo mês de novembro. Neste contexto, o Brasil tem participação especial.

Sem tirar nem pôr este é o cenário amplificado que revela a diplomata Yan Yuqing, chefe do Consulado da China no Nordeste, conforme revelou em entrevista EXCLUSIVA à Revista NORDESTE tratando de tudo com a garantia de quem sabe interpretar com detalhes a conjuntura envolvendo seu País. Ela explicou os entendimentos com os governos do Nordeste, em especial da Paraíba.

Yan Yuqing é natural de Pequim, mas com larga experiência na diplomacia para analisar todas as questões, entre as quais as reações do governo Trump retaliando a China, que não se afasta do seu foco de expandir o país nos negócios e relacionamentos, entre os quais com o Brasil.

Ao recepcionar o publisher e empresário Walter Santos com jantar especial no Consulado da China ao lado dos professores doutores Lucídio Cabral, do CI, Aléssio Toni, de Economia, e o mestrando Josey Diniz, a Cônsul admitiu a abertura de projetos, entre eles a plataforma cognitiva apresentada por WS com foco no mandarim provocando o interesse com intercambio envolvendo a UFPB e João Pessoa.

Ela também aceitou convite para em agosto voltar a João Pessoa no aniversário da cidade para um encontro especial sobre abertura e oportunidades de negócios com a China.


Portal WSCOM com Revista NORDESTE