Clima fica tenso na Globo após polêmica de Mauro Naves no caso Neymar; entenda

© Reprodução/Reprodução

O jornalista William Bonner divulgou uma nota da Globo durante o ‘Jornal Nacional’, no qual informava o afastamento de Mauro Naves por ter divulgado os contatos do pai de Neymar Jr. ao primeiro advogado que defendeu Najila Trindade, que acusa o jogador de estupro.

Porém, segundo o site Notícias da TV, a situação chocou os profissionais da emissora pela atitude por causa da importância de Mauro no setor de esporte do canal. Alguns deles chegaram a questionar e boicotar a emissora por não concordarem com a atitude.

 

Nos bastidores, muito se comenta que a emissora carioca pegou pesado por causa Mauro Naves não ter comunicados seus superiores que estava envolvido no escândalo, ajudando indiretamente em uma reunião, na semana passada, entre Neymar da Silva Santos, pai de Neymar, e ex-advogados da vítima de estupro.

O jornalista foi afastado da cobertura esportiva da emissora até o fim das investigações.

 

Confira, na íntegra, o comunicado da Globo lido por William Bonner no ‘JN’ sobre o envolvimento de Mauro Naves no caso:

“O Jornal Nacional publicou ontem (4) a carta aberta divulgada pelos ex-advogados da mulher que acusa Neymar de estupro. Eles afirmam na carta que a reunião que fizeram com os advogados de Neymar foi feita a convite do pai do jogador. Hoje (5), em nota [enviada à TV Globo], o pai de Neymar desmentiu essa afirmação, disse que foi o advogado José Edgard Cunha Bueno que o procurou solicitando a reunião e que José Edgard obteve o contato dele por intermédio do repórter Mauro Naves, na quarta-feira da semana passada. O repórter confirma as afirmações da nota do pai de Neymar, mas somente hoje relatou a Globo sua participação no episódio.”