menu

Entretenimento

19/07/2019


Casarão dos Azulejos recebe exposição da artista plástica Eugênia Correia

“Impressões" acontece no próximo dia 25, às 19h, no Casarão dos Azulejos, em João Pessoa.

Imagem divulgação

“Comecei a pintar por puro desespero. Daqueles que pegam a gente pelas pernas e que nos impedem de respirar. Quem nunca? No começo era apenas um exercício, um tipo de arte terapia comigo mesma”. É assim que Eugênia Correia, artista plástica, define a exposição “Impressões”, que acontece às 19h do dia 25 de julho, no Casarão dos Azulejos, sob curadoria de Robson Xavier. 

 
Graduada em Psicologia pela UFBa, com Mestrado em Filosofia da Educação na Unicamp e doutorado na UnB, Eugênia traz para o Casarão dos Azulejos, onde hoje funciona a sede do Programa de Inclusão Através da Música e das Artes – Prima, do Governo do Estado, uma exposição que dialoga diretamente com os abismos do nosso tempo. 

 
Indagada pela escolha do tema e do título da exposição, Eugênia responde sem titubear:“Essa imagem me acompanha há anos. O interesse por maçanetas, trincos, dobradiças, constrói metonímias para o desespero já citado, atualizando uma infância difícil, uma adolescência corajosa e toda uma história de vida marcada por mudanças. Já morei em 8 cidades diferentes. ‘Minha casa” me parece sempre provisória e esses artefatos tão banais, as portas nossas de todo dia, são aqui homenageadas, como agradecimento às pessoas que tantas vezes me deixaram sentir com nitidez que em um ‘interior’ havia lugar para mim”.

 
Oficinas em agosto – Além da exposição,durante o mês de agosto Eugênia realizará quatro oficinas em torno do tema da exposição. Serão oficinas de pintura, livro artesanal, desenho livre e música. Todas oferecidas gratuitamente para agentes multiplicadores. As vagas são limitadas e as inscrições deverão ser feitas pelas redes sociais do Casarão dos Azulejos e do Prima, ou presencialmente no Casarão. Sobre as oficinas, a artista explica que é aquela da infância, do devaneio, da brincadeira, experimental. Para ela, pintar em grupo é “um desafio, às vezes impossível para quem pinta só. Cada um experimenta como é seu jeito. O tema pode ser tratado de inúmeras formas”, explica. 

 
Sobre a artista – Eugênia nasceu em Teresina-PI e reside há 15 anos em João Pessoa. Professora universitária aposentada pela UFPB, é psicóloga e fez doutorado na UnB desenvolvendo um método terapêutico para crianças e adolescentes em situação de rua. Sua área de trabalho é a interface Arte/Psicanálise. Em Paris fez curso no museu do Louvre sobre a questão do espaço cênico em exposições e visitas guiadas. Multiartista, Eugênia Correia possui dois Eps disponíeis no Youtube (‘Eugênia trilhas de apartamento’ e ‘Eugênia Cirandas do silêncio’), com música e letra da sua autoria. Como escritora tem participado de coletâneas do Mulherio das Letras e está escrevendo um texto para teatro sobre o tema “alienação parental”.