Campeã olímpica e mundial, ex-Flamengo se aposenta aos 22 anos

Foto: Satiro Sodré

Campeã mundial em 2013, ouro nos Jogos Olímpicos de Londres em 2012, tricampeã no Mundial de piscina curta, bicampeã europeia, pentacampeã europeia em piscina curta e bicampeã dos Jogos Olímpicos da Juventude em Nanquim 2014… Esse é o currículo mais que vitorioso da lituana Ruta Meilutyte que, aos 22 anos, anunciou em sua conta no Instagram a aposentadoria das piscinas nesta quarta-feira.

O anúncio foi bastante breve e se resumiu a uma foto dela dentro d’água e a seguinte frase:

– Acabou… Muito obrigada por todo o apoio! – falou na postagem.

No site da Federação de Natação da Lituânia, foi divulgada uma nota mais completa:

– Dei tudo de mim à natação. Costumava viver com isso desde pequena. Por causa de um calendário apertado, eu tive que comprometer meus estudos, mas quero recomeçar agora. Eu quero fazer coisas simples, crescer, me entender e entender o mundo à minha volta de uma maneira melhor.

Antidoping

Recentemente, Ruta perdeu três exames antidoping. No início de maio, a Federação de Natação da Lituânia divulgou que ela teria de encarar uma suspensão de dois anos, o que a tiraria da Olimpíada de Tóquio, em 2020. A lituana estava treinando nos Estados Unidos desde o ano passado.

A ideia era seguir até Tóquio 2020 em preparação por lá. A atleta esteve no Brasil e integrou a equipe do Flamengo para a disputa do Troféu Brasil. Um dia após a competição, ela deu aulas em uma clínica para jovens nadadores na piscina do clube. Foi nesse dia que a esportista perdeu o primeiro dos três testes.

Ruta Meilutyte, ouro em Nanquim — Foto: Getty Images

Ruta Meilutyte, ouro em Nanquim — Foto: Getty Images

Mas, de acordo com informações de veículos segmentados, ela parou de preencher no sistema as informações que controlam os locais, horários e informações diárias dos nadadores no topo do ranking pois já estava decidida a se aposentar. Ano passado, a jovem esteve no Mundial de Piscina Curta, no fim de 2018 e, em abril, seu técnico Dave Salo anunciou uma pausa na carreira. Agora, ela divulgou a notícia da aposentadoria.

Meilutyte sofria de depressão. Ela teve muitas dificuldades sobretudo entre 2012 e 2016. Sem conseguir repetir a sua melhor marca na prova dos 100m peito, a jovem sofreu muito, e seu drama foi retratado no filme “Ruta”.

A atleta nasceu em Kaunas, na Lituânia, em 19 de março de 1997 e é conhecida como a primeira nadadora “campeã de tudo” na história. Ela foi a única atleta também a levar uma medalha de ouro olímpica e, dois anos depois, ganhar a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos da Juventude. Ao todo, ela tem 31 medalhas internacionais (20 ouros, 10 pratas e um bronze), fora três recordes mundiais, oito europeus e ainda 18 recordes nacionais em seu país, em piscina curta e longa, mantidos até hoje.

Globo Esporte