Publicidade
A juventude destemperada de Amaral e a urgência de reparo institucional em Bayeux

O ano mal começou, mas já registrando fatos de todas as ordens, inclusive de agressão fisica pessoal do deputado federal André Amaral contra o vereador Betinho. Chegou a avançar com socos em cena de pugilato inadmíssivel, sobretudo para um representante popular.

Ficou muito feito para André Amaral, até demonstrando anteriormente ser pessoa pacata e de nivel, mas o exemplo na prática foi outro e assim age despreparado. Até quis justificar alegando que o vereador indagara se ele andava com capangas, entretanto, seu gesto agressor não se justifica e merece reprovação.

O MAIS IMPORTANTE EM BAYEUX

A dados de hoje, da contemporaneidade, não há fato mais importante do que o retorno do prefeito Berg Lima, cujo processo requer a revisão urgente de decisão anterior do Tribunal de Justiça do Estado, agora consubstanciado pela posição da Câmara de Bayeux apurando e comprovando que houve manipulação e armação do empresário João Paulino com o vice-prefeito Luiz Antonio contra o edil eleito.

Os autos provam que Berg Lima estava repassando empréstimo para o empresário e não o contrário, inexistira estar recebendo propina, como há farto material comprobatório. O prefeito foi vitima de grande armação montada com participação de policial civil.

Diante da realidade posta, o TJ precisa fazer justiça e assim retornar ao cargo quem de direito, no caso Berg Lima,vitima do fogo e ódio "amigo".

Bayeux exige respeito à Lei, ao seu voto e à verdade.

03/01/2018 as 19:16