Publicidade
A audiência dos Sites na PB:verdades e desafio de se adotar Google como avaliador

Nos últimos dias tem havido a ocupação de espaços publicitários expondo a audiência dos Sites e Blogs da Paraiba, através de dados obtidos no Alexa - site de avaliação de endereços na WEB mais populares. Em tese isto significa audiência, entretanto, pela superficialidade que este instrumento permite inflar resultados, eis que acaba enfraquecendo o valor desta aferição.

Para quem não entende, o Alexa não capta audiência especifica do URL - endereço na WEB pela quantidade de clicks e/ou acessos únicos.

O Alexa capta a popularidade a partir do uso, por exemplo de Palavras - Chave mais bem usadas pelos Sites e, assim, permite a robotização de mecanismos que acabam inflando quem melhor usa robôs sobre quem não faz uso deles. O WSCOM não usa, por exemplo.

NA PARAIBA

A audiência verdadeira da Paraiba está na aferição feita pelo Google Analytics onde o mais acessado endereço é o do G1PB (Rede Paraiba), cujo acesso é puxado pelo G1 - sistema Globo. Na base estadual, basta ver a audiência do Jornal da Paraiba.

A audiência do Portal Correio é outra pois sempre se deveu ao vinculo com o endereço do UOL inflando o veiculo pessoense. O site do Correio da Paraiba está muito aquém.

Esta é a realidade.

DESAFIO

O Portal WSCOM abre o debate e propõe aos sites genuinos da Paraiba, sem uso de robôs nem de instrumentos externos que se cadastrem no Google Analytics para sabermos de fato quem tem maior audiência.

Artificializar sistemas robóticos não significa audiência.

Além do mais é preciso levar em conta ainda a qualidade do conteudo e postura ética do Veiculo.

Por isso, o Portal WSCOM se mantém lider juntando audiência e conceito.

Desafio lançado.

02/01/2018 as 17:23