Blog de WS revela detalhes da sucessão na Mesa Diretora da Assembleia Legislativa da Paraíba; confira - WSCOM

menu

Política

29/12/2018


Blog de WS revela detalhes da sucessão na Mesa Diretora da Assembleia Legislativa da Paraíba; confira

Jornalista traz uma analise completa dos fatos que sucederam as votações de ontem (28) na Casa

Imagem ilustrativa / Sessão na Assembleia Legislativa da Paraíba

O novo texto do Blog de Walter Santos traz a mais completa análise sobre a eleição na Assembleia Legislativa da Paraíba. WS analisa as causas e efeitos das eleições no 1° e 2° biênio na Casa.

 

Clique aqui e confira também outras publicações do Blog de Walter Santos.

 

Confira a seguir o texto na íntegra:

 

Recados, verdades e possibilidades nas eleições da Assembléia Legislativa; Governo precisa identificar causas e efeitos

 

Tão logo terminou a votação do item Regimento eleitoral da Assembléia Legislativa com o placar aprovando o voto fechado, diferentemente do que queriam os governadores Ricardo/Azevêdo, o líder Hervazio Bezerra correu célere para bradar aos quatro cantos que o resultado não fora negativo à situação porque alguns dos votos eram de oposição e de deputados não reeleitos.

 

Este é um retrato real trazido por Hervazio, mas na essência o resultado foi contrário a ele e ao Governo porque permitiu na eleição um processo sem vigilância total porque o voto será secreto.

 

Mas, se reparar bem, este é só um detalhe porque não são apenas cinco votos da Base na direção inversa ao pretendido por ele, sobretudo, no tocante ao segundo biênio porque o resultado fragilizou a possibilidade dele ser candidato vitorioso.

 

CAUSAS E EFEITOS

 

Os votos de Ricardo Barbosa, Tião Gomes, Nabor Wanderley, Branco Mendes e João Gonçalves não são rebelião contra o Governo, e sim uma contestação ao próprio Hervazio , fruto de sua condução na Liderança.

 

Nas condições postas, Hervazio dificilmente será presidente no segundo biênio porque, como Gervásio Maia, ele não mensurou o nível de revolta dos pares no exercício do poder. Sequer atendia aos telefonemas, dizem vários parlamentares.

 

Na prática, a reação é em face disso agora dito. O governo nem mensura o tamanho.

 

EFEITOS IMEDIATOS

 

Terminada a sessão eis que Tião Gomes, Branco Mendes e Ricardo Barbosa – sobretudo este último, deram entrevista anunciando pacto entre eles para mais na frente quem se viabilizar possa ser o candidato da Base para segundo biênio.

 

Dito assim, fica claro que por estar alinhado e votando com o governo o primeiro biênio está consolidado com Adriano Galdino.

 

FATO NOVO

 

O deputado estadual Inácio, do PC do B, revelou em primeira mão ao portal WSCOM que vai disputar a presidência no segundo biênio.
Ele defende mudanças na estrutura fisicalidade e administrativa da Assembleia e quer estar alinhado com novos tempos de inclusão social .

 

COMO FICA

Até o final de Janeiro, o governador a ser empossado João Azevedo (mais o líder maior) – os dois vão precisar resolver a parada porque já são quatro integrantes da Base interessados no mesmo posto.

Vamos recapitular: Hervazio, Branco Mendes, Ricardo Barbosa e Tião Gomes querem o segundo biênio.

 

Pelo andar da carruagem, se depender do voto secreto da Base , Hervazio não prospera e um dos três mosqueteiros ( Tião, Ricardo ou Branco) mata a parada.

 

Como sofrem alguma resistência da cúpula vão precisar convencer o chefe de que têm o melhor projeto ou tudo vai cair no colo de Adriano Galdino no segundo biênio .

 

SÍNTESE

O governo domina o jogo, por isso o resultado final será a seu favor.

 

Detalhe: nenhum dos candidatos é contra o governo. Os caminhos é que aparentam diferença localizada.

 

Mas, foi um recado a merecer reflexão e ajustes de tática.

 

OS VOTOS DE HOJE

 

A Favor do Voto Aberto

– Jeová Campos
– Adriano Galdino
– Hervazio Bezerra
– Estela Bezerra
– Manoel Ludgério
– Bosco Carneiro
– Gervásio Maia
– Jutahy Menezes
– Lindolfo Pires
– Doda de Tião
– Edmilson Soares

 

Contra voto Aberto

– Ricardo Barbosa
– Anísio Maia
– Tião Gomes
– Caio Roberto
– Galego de Sousa
– Branco Mendes
– Antônio Mineral
– Jullys Roberto
– Renato Gadelha
– Tovar
– Arnaldo Monteiro
– Trocolly Júnior
– João Gonçalves
– Camila Toscano
– Frei Anastácio
– Nabor Wanderley
– Zé Paulo
– Janduhy Carneiro

 

ABSTENÇÕES

– Bruno Cunha Lima
– Inácio Falcão