Berg justifica exoneração de servidores e nega expulsão de partido

0
2
Imagem reprodução / Prefeito de Bayeux Berg Lima

O prefeito de Bayeux, Berg Lima, negou, nesta quinta-feira (20), que tenha sido expulso do Podemos. Ele afirmou que foi apenas destituído da presidência, mas que continua nos quadros do partido.

“Em momento algum fui expulso do Podemos, foi destituída a Comissão Provisória que eu era presidente, mas continuo filiado. Não houve desfiliação oficial e não recebi nenhuma notificação”, declarou à Arapuan Fm.

Berg justificou a exoneração dos comissionados da prefeitura como um ‘pente fino’ para retomar a gestão. Ele argumentou que alguns dos exonerados podem, inclusive, retornar aos cargos.

“Fizemos essa portaria para fazer um trabalho de reconstruir, muitos exonerados podem ser recontratados, dentro da necessitávamos fazer um recadastramento. essa portaria foi para começar, e precisa fazer esse pente fino, essa avaliação meritocrática”, disse.

Por Redação / Portal WSCOM