Benjamin se despede da Câmara: “Se encerra um ciclo”

O deputado federal Benjamin Maranhão (MDB) fez o seu discurso de despedida nesta quinta-feira (20) na Câmara Federal. Ele agradeceu aos deputados e servidores da Casa, ao povo paraibano e prestou contas do trabalho desenvolvido durante três mandatos. “Aqui se encerra um ciclo, mas tem início outro. A vida continua, o trabalho continua e, principalmente, a vontade que eu tenho de bem representar e bem cuidar daqueles que mais precisam no nosso Estado da Paraíba”, afirmou o emedebista que é o primeiro suplente na sua coligação.
 
“Meu muito obrigado aos servidores da Casa, das lideranças partidárias, das Comissões. Durante todo esse período em que nós estivemos aqui na Câmara dos Deputados, nós tivemos uma ajuda constante desses servidores, e sem eles não teria sido possível realizar o trabalho que nós realizamos aqui do ponto de vista legislativo”, destacou Benjamin.
 
O parlamentar disse que teve a honra de ter representado a Paraíba na Câmara dos Deputados, lutando por recursos para os Municípios e para o Estado, já que é um político de origem municipalista, pois foi prefeito de Araruna durante dois mandatos. Agradeceu aos colegas de bancada do MDB e disse que esse foi o partido em que começou a vida política e que está também concluindo um ciclo.
 
Benjamin lembrou do trabalho desenvolvido, ocupando funções importantes como relator do Estatuto da Juventude e do Plano Nacional de Juventude, presidente de Comissões temporárias e na Comissão Mista de Orçamento do Congresso Nacional e do Trabalho, de Administração e Serviço Público, onde pode destinar recursos ao Estado em áreas fundamentais.
 
Na presidência da Comissão de Trabalho aliou o diálogo entre trabalhadores e empregadores, sempre procurando a defesa do interesse do trabalhador, mas, principalmente, a do emprego, que era a sua bandeira. “Nas votações que nós realizamos aqui neste plenário procuramos modernizar as relações de trabalho defendendo o interesse básico do trabalhador, como foi o caso da emenda constitucional que nós votamos garantindo os direitos para as empregadas domésticas e eu tive a honra de participar ativamente de todas as Comissões criadas para isso”, relatou.