menu

Política

20/07/2019


Alcione rebate declaração de Bolsonaro e pede respeito ao povo nordestino; ASSISTA

Um dia depois de o presidente da República, Jair Bolsonaro, ser flagrado se referindo aos nordestinos, de forma pejorativa e generalizada, de “paraíbas”, a cantora Alcione, maranhense, divulgou uma resposta ao político.

Em vídeo divulgado no início da tarde deste sábado, 20, a sambista mangueirense disse que não votou em Bolsonaro e cobrou respeito.

“O senhor precisa respeitar o povo nordestino. Respeite o Maranhão. O senhor tem medo de facada, tem medo de tiro, mas o senhor precisa ter medo do pensamento. O pensamento é uma força. Pense em mais de 30 milhões de nordestinos pensando contra o senhor? Comece a nos respeitar. Respeite o povo brasileiro”, declarou Alcione, que aparece vestindo uma camisa com a bandeira do Maranhão estampada.

A sambista é conterrânea do governador do Maranhão, Flávio Dino, citado por Bolsonaro no vídeo como alguém que o presidente não quer se aproximar.

“Daqueles governadores de ‘paraíba’, o pior é o do Maranhão. Tem que ter nada pra esse cara”, disse Bolsonaro ao ministro-chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, em conversa informal durante café da manhã com jornalistas estrangeiros. O diálogo foi captado involuntariamente.

Veja o vídeo de Alcione: