menu

Paraíba

14/03/2013


Julgamento do caso Raimundo Asfora

Justiça

 Após 26 anos do crime, os acusados pelo assassinato do ex-vice-governador Raimundo Yasbeck Asfora vão a júri no dia 21 de março. O julgamento será realizado no 2º Tribunal do Juri da comarca de Campina Grande, localizado no Fórum “Desembargador Afonso Campos”, a partir das 9h. Os réus são: João da Costa, Marcelo Marcos da Silva e Gilvanete Vital de Negreiros Asfora.

O primeiro julgamento foi anulado pelo Tribunal do Juri da Paraíba, pois foi determinado que os acusados fossem novamente a juri popular. O Conselho de Sentença havia absolvido os réus, com base na tese de suicídio, enquanto que nos autos, há perícia técnica apontando para homicídio, sendo a decisão contrária à prova dos autos.

O crime de Raimundo Asfora aconteceu em 1987 e o processo possui 14 volumes. Asfora foi encontrado morto no dia 6 de março, dentro de sua residência, na Granja Uirapurú, no bairro de Bodocongó, em Campina Grande. À época, o Ministério Público denunciou os acusados que foram incursos nos artigos 121, paragrafo 2º, incisos I, IV e V (homicídio qualificado) e 29 (concurso de pessoas), do Código Penal.