Notícias

Waldson vê 'equívoco de interpretação gigante' em parecer de Dodge contra LOA

“Não houve interferência em poder algum, é um equivoco", disse

 O secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão da Paraíba, Waldon Souza, contestou, nesta terça-feira (14), o parecer da procuradora-Geral da República, Raquel Dodge, contra ação do governador Ricardo Coutinho visando suspender a decisão Tribunal de Justiça da Paraíba (TJPB), que paralisou a tramitação da LOA/2018 na Assembleia Legislativa da Paraíba (ALPB).

 Dodge apontou suposta interferência do Poder Executivo em prerrogativa do Judiciário, o que foi rechaçado por Waldson. Segundo ele, em entrevista à Arapuan Fm, é um 'equívoco' tal pensamento.

 “Não houve interferência em poder algum, é um equivoco e posso lhe dizer que a peça foi elaborada como a Constituição manda. Fizemos desta forma, cumprindo a regra constitucional, conversando com os poderes, realizando audiência pública. É um equívoco de interpretação gigante, não é possível que haja esse entendimento”, destacou.

Da Redação


notícias relacionadas