Notícias

Evento na Lagoa celebra 27 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente

As atividades começam a partir da 13h, sendo organizadas pela coordenação da Divisão de Apoio ao Estudante da Sedec

Créditos: Reprodução / WEB

Para celebrar os 27 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), a Secretaria de Educação e Cultura de João Pessoa (Sedec-JP) realiza, na tarde desta terça-feira (18), um evento no Parque da Lagoa. As atividades começam a partir da 13h, sendo organizadas pela coordenação da Divisão de Apoio ao Estudante da Sedec.

O evento irá reunir alunos da Rede Municipal de Ensino - escolas e Centros de Referência em Educação Infantil (Creis), as redes locais de Proteção aos Direitos de Crianças e Adolescentes e a sociedade em geral, ressaltando os avanços e as conquistas dos direitos nesses 27 anos do ECA.

As atividades contam com o apoio das Secretarias de Desenvolvimento Social (Sedes), Saúde (SMS), Juventude, Esporte e Recreação (Sejer), Mobilidade Urbana (Semob), Proteção e Defesa do Consumidor (Procon-JP) e da Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope).

Programação – A Sedes participa do evento com apresentações de grupos de percussão e dança Hip Hop de crianças e adolescentes dos Serviços de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). Se apresenta também o grupo de teatro ‘Os vencedores’, do Centro de Referência da Assistência Social do Grotão (Cras), com a peça ‘Protegendo os nossos pequenos’.

Já a Semob vai interagir com as crianças por meio de um jogo lúdico de perguntas e respostas, bem como a pintura de placas de trânsito nos rostos e a Sejer trará para o evento a apresentação do grupo de capoeira Afro Nagô, que é do Centro de Juventude do bairro do Valentina.

A Funjope, que disponibilizou toda a estrutura de palco e som, vai apresentar para o público a orquestra do projeto Ação Social pela Música (ASM), iniciativa que transforma a vida de famílias inteiras a partir do ensino da música erudita.

Uma equipe de Saúde da Família do Distrito Sanitário VI vai orientar os participantes sobre saúde bucal e o atendimento no Centro de Atenção Psicossocial (Caps I) Cirandar. Terá ainda uma equipe da Vigilância Sanitária conversando sobre prevenção e combate ao Aedes aegypti.
 

Da Redação com Assessoria


notícias relacionadas