Notícias

Estado recorrerá de suspensão de fim de racionamento e espera reversão até sexta

Procurador diz que há interferência de poderes com decisão

O procurador-geral da Paraíba, Gilberto Carneiro, afirmou que o Governo do Estado recorrerá da decisão da 2ª Vara da Fazenda Pública de Campina Grande, Ana Carmem Pereira Jordão, que ação civil pública ajuizada pela Defensoria Pública do Estado, suspendendo o fim do racionamento de água em Campina Grande e outros 18 municípios.

“Estamos no aguardo da intimação [para recorrer oficialmente], os estudos demonstram segurança hídrica, acho que é atitude no mínimo egoísta. A decisão feriu um princípio sacramentado da independência de poderes. Não cabe ao poder judiciário fazer a medição e dizer se aquele nível comporta”, observou.

Segundo Gilberto, até esta sexta-feira (25), data que foi acertada para o fim oficial do racionamento, se espera uma reversão da decisão em favor do Estado.

“Estamos concluindo os estudos para contrapor essa decisão, para garantir que a população saia desse racionamento. Pretendemos entrepor esse recurso o mais rápido possível, existe uma questão de urgência, já foi objeto de anúncio oficial, até sexta-feira queremos a reversão dessa decisão”, concluiu
 

Da redação


notícias relacionadas