Notícias

Flagrante: calçadas destruídas e a barreira do Cabo Branco deteriorada

Prefeitura deve construir muro de pedras e corais artificiais para resolver o problema

Praça de Iemanjá (Walter Paparazzo)
A natureza mais uma vez demonstra sua força no litoral paraibano. A barreira do Cabo Branco continua sofrendo com a força do mar e a erosão da sua área seca. Com o período de chuvas a terra se desloca, destruíndo ainda mais um dos pontos turísticos mais visitados da cidade .

Outra constatação, é que mais uma vez a Praça de Iemanjá, localizada no final da praia do Cabo Branco, está com a sua calçada totalmente destruída. Anualmente o local sofre com a maré alta e novas reformas são feitas, porém nada em definitivo.

{arquivo}No mês de junho, o secretário de infraestrutura, Marcelo Cavalcanti, destacou que a Prefeitura de João Pessoa estava tomando medidas para resolver em definitivo a situação da barreira do Cabo Branco.

De acordo com o secretário, o poder municipal teria um projeto para a construção de um muro de pedras no trecho que vai desde a Praça de Iemanjá até a Praça do Sol Nascente. No projeto também deverão ser colocados corais artificiais, evitando assim o avanço do mar e a erosão da barreira.

Para a realização dessas obras o investimento está orçado em R$ 15 milhões, e deverá ser custeado pelo Governo Federal.

 


notícias relacionadas