Notícias

Garoto remove "casco de tartaruga" das costas com cirurgia

Cirurgião diz que marca de nascença gigante é o pior caso que ele já viu

 Didier Montalvo, um garoto de seis anos da Colômbia, recebeu o apelido de “menino tartaruga” por causa da uma marca de nascença gigante que cobriu suas costas.

Conhecida como nevo melanocítico congênito, a “marca de nascença” afeta um em 20 mil recém-nascidos.

Este problema, além de causar dor na pele, também afetou bastante a confiança de Didier.

A família, por ser pobre, não tinha condições de pagar uma cirurgia. Mas, como sua história chegou ao jornal local, o menino recebeu várias doações.

A cirurgia foi realizada pelo doutor Neil Bulstrode, do hospital Great Ormond Street, em Londres. O cirurgião disse ao tabloide britânico Mirror que essa marca é a pior que ele já viu.

— O caso de Didier é o pior que eu já vi, devido ao tamanho e o volume da lesão. Quando eu vi fotos dele, um dos meus primeiros sentimentos foi que se pudéssemos removê-la, íamos melhorar sua qualidade de vida.

Toda a história de Didier foi documentada e, pela imagem do garoto, dá para ver que a cirurgia foi um sucesso. Ela vai ao ar na Inglaterra, no Channel 4.


notícias relacionadas