Notícias

Ciro Gomes anuncia pré-candidatura do PDT a presidente da República

Ex-ministro e ex-governador do Ceará é um crítico do sistema

m um longo discurso realizado em evento do PDT nesta quinta-feira 16, onde foi lançado candidato a presidente da República em 2018, o ex-ministro e ex-governador do Ceará disse que não será vítima de um golpe caso chegue ao Palácio do Planalto; "[Quando eu chegar lá], eu não posso falhar.  Sou novinho demais para me matar, como Getúlio, e não deixarei ninguém fazer um golpe, como fizeram com João Goulart e com a , O ex-ministro e ex-governador do Ceará Ciro Gomes disse nesta quinta-feira 16 ser imune a golpes, como os que aconteceram com João Goulart e Dilma Rousseff, citados por ele próprio durante a palestra "O próximo passo: um desafio chamado Brasil", durante o Seminário Nacional de Vereadores e Vereadoras do PDT.

Confira a íntegra de sua fala no evento do PDT:

No evento do PDT, Ciro foi lançado candidato à presidência da República em 2018. Ele destacou que, caso chegue lá, não poderá falhar. "Eu não posso falhar. Sou novinho demais para me matar, como Getúlio, e não deixarei ninguém fazer um golpe, como fizeram com João Goulart e com a Dilma. Chegando lá o pau vai cantar, comigo ninguém me derruba", desafiou, sendo aplaudido.

Para Ciro, não podemos mais repetir para o futuro do Brasil o "mais do mesmo". Há necessidade, segundo ele, de um "novo pacto nacional". "Não estou falando de acordão político, estou falando de uma sobrevivência", disse.

Brasil 247


notícias relacionadas