Notícias

PM é morto por parente dentro de casa

Informações preliminares dão conta de que o crime teria sido motivado por uma discussão

Um policial militar identificado como Vaine Luiz dos Santos Ferreira, de 33 anos, foi morto com sete tiros nas costas por um parente em sua casa em Nilópolis, Baixada Fluminense, na tarde deste sábado.

O soldado, lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) Caju, morava no Morro da Mina, na Rua Benedito Meireles, no bairro Olinda. O caso foi registrado na 57ª DP (Nilópolis) e está sendo investigado pela Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF).

Informações preliminares dão conta de que o crime teria sido motivado por uma discussão entre o policial e o cunhado, Marcelo de Moura Maciel, que é funcionário da Guarda Municipal, segundo a especializada. Eles brigavam pela propriedade de um terreno.

Ainda de acordo com a polícia, o executor, que reside no mesmo quintal da vítima, fugiu do local após efetuar os disparos contra o PM, que varria o quintal acompanhado do filho pequeno no momento do ataque.

Com a morte de Ferreira, sobe para 97 o número de PMs mortos no estado do Rio de Janeiro somente este ano. E em menos de 15 horas, ele é o segundo baleado. A Polícia Militar informou que o soldado estava há quatro anos na corporação.

 Ainda na madrugada deste sábado, a policial militar Elisângela Bessa Cordeiro (lotada no 5º BPM) morreu após ter seu carro alvejado por criminosos quando passava pela Avenida Martin Luther King Júnior, próximo ao viaduto da Avenida Brasil. Ela estava com o marido, que não ficou ferido.

EXTRA


notícias relacionadas