Notícias

Estado da Virgínia, nos EUA, declara emergência após choques racistas

Movimento de supremacia branca enfrenta contestadores nos EUA

A realização da polêmica marcha “Unir à Direita”, convocada por um grupo de supremacistas brancos em Charlottesville (Virgínia, Estados Unidos), deixou vários feridos neste sábado (12) após enfrentamentos com opositores e provocou a declaração de estado de emergência.

Ainda que o início da marcha estivesse previsto para o meio-dia no Emancipation Park, no centro da cidade, minutos antes já começaram os primeiros confrontos violentos.

As palavras de ordem lançadas entre manifestantes, adornados com bandeiras confederadas e escudos de proteção; e os opositores, que acusam os organizadores de apologia a uma ideologia ultradireitista, rapidamente terminaram em chutes e murros

Agência Brasil


notícias relacionadas